Polícia busca identificar suspeitos de assassinarem advogado em THE

Delegacia de Homicídios já tem pistas sobre os acusados

A Delegacia de Homicídios segue tentando identificar os suspeitos de assassinarem o advogado Ozires de Castro Machado Neto em uma tentativa de assalto no bairro Saci, na zona sul de Teresina, na última segunda-feira (11). O advogado morreu no Hospital de Urgência de Teresina no dia seguinte ao crime.

De acordo com o coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Costa, o Bareta, todas as características do crime indicam que houve latrocínio. Segundo ele, a polícia já tem suspeitos. 

"As características indicam que houve um roubo seguido de morte, latrocínio. Nós já temos fortes suspeitas sobre os autores deste fato, estamos amealhando os indícios principais e, com certeza, nós identificaremos e vamos prender esses criminosos”, afirmou. 

Delegado Bareta (Crédito: Reprodução)
Delegado Bareta (Crédito: Reprodução)

O delegado destaca que a polícia não conseguiu identificar o motivo de o advogado ter tentado fazer um retorno no momento em que foi abordado pelos criminosos. 

"Eu não sei o que aconteceu, se vinha algum carro em direção contrária e ele tentou evitar o acidente ou se o carro desgovernou naquele momento. Nós confrontamos dois disparos de arma de fogo, um que atingiu a cabeça da vítima e outro que ficou encravado na coluna do carro e foi retirado pelos peritos criminais”, explicou. 

A polícia ainda suspeita que uma terceira pessoa tenha participado do crime, dando apoio aos criminosos com um veículo em uma das quadras do bairro. Além disso, os policiais irão ouvir testemunhas que presenciaram a dupla roubando uma motocicleta poucos minutos após o assassinato.