Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Governo manda 2º escalão para discutir Sudene, reclama Júlio César

Governo manda 2º escalão para discutir Sudene, reclama Júlio César

Governo manda 2º escalão para discutir Sudene, reclama Júlio César
Deputado reclama de pessoas "sem poder de decisão" em reunião sobre a Sudene | Divulgação

O deputado federal Júlio César (PSD) criticou a ausência de ministros de Estado na audiência pública destinada a discutir o endividamento do setor rural na área de abrangência de atuação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

O parlamentar chegou a dizer que para discutir problemas da região, os ministérios, que deveriam estar envolvidas na busca de uma solução para os problemas, mandam gente do segundo escalão ?sem poder de decisão?.

?Esse sentimento de pobreza é um sentimento de submissão. Se fossem aqui, os ricos do Sul e do Sudeste, com certeza estava o ministro da Fazenda, o ministro do Planejamento, quem sabe até a presidente Dilma, mas como somos nós do nordeste, sem nenhum demérito aos palestrantes, mas os que estão aí não tem poder de decisão?, disse, referindo-se a técnicos do governo federal presentes ao encontro.

Júlio César lembrou que os fundos constitucionais foram criados para diminuir a diferença entre os ricos e os pobres, no entanto, não houve uma evolução. ?Na época, a renda por pessoa do Nordeste era 47%. Quero dizer, pela primeira vez quando se aferiu a renda per capita, era 47%. Hoje é 47%?, comparou.

Em tom crítico, o deputado também atribuiu aos políticos nordestinos a culpa por esse tipo de tratamento dispensado pelo governo federal. ?Nós ficamos alegres com qualquer coisa. Eu vejo aqui são Paulo, vai lá a presidente e dá R$ 2, R$ 3 bilhões para construir o Rodoanel e eles querem mais, quando dá R$ 50 milhões, R$ 100,00 milhões para um governador do Nordeste ele faz a maior festa. Então, isso é um problema de civilização, cultural?, classificou.

?Por isso digo que não é mais possível que o Piauí seja hoje, e já foi o antepenúltimo, o último estado de menor renda per capita do Brasil?, pontuou.

ROYALTIES

Membro da Comissão para negociar os royalties do petróleo no âmbito da Câmara Federal, o deputado Júlio César disse que aceita manter os valores atuais valores já recebidos pelos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, desde que se partilhe o excedente.

O mesmo pensamento possui o ex-governador do Rio, deputado federal Anthony Garotinho (PR), que também integra o grupo. É de autoria do parlamentar fluminense projeto que trata do tema com esses termos.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar