Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Resolutividade foi o maior avanço da Saúde, diz Lilian Martins

Resolutividade foi o maior avanço da Saúde, diz Lilian Martins

Melhor resolutividade e atendimento aos pacientes do interior do Estado foram os principais avanços da Secretaria de Saúde no primeiro quadrimestre deste ano. De acordo com a secretária Lilian Martins, foram planejadas e executadas ações direcionadas para solucionar problemas históricos de deslocamento de pacientes para Teresina, o que acarreta mais riscos e superlotação dos hospitais da capital.

?É meta do Governo do Piauí melhorar a saúde de nosso Estado e é isso que estamos fazendo. Trabalhamos uma gestão com metas, que começa a dar resultados lá na ponta, onde está quem precisa do Sistema Único de Saúde?, afirma a secretária estadual de Saúde, Lilian Martins.

O balanço é uma prestação de contas de Lilian Martins, que foi eleita na última sexta-feira para o cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e já foi exonerada do cargo de secretária.

Em Teresina, foi entregue a ampliação dos serviços do Laboratório Central do Piauí (Lacen) que colocou em funcionamento os laboratórios de Hepatite e Investigação de Paternidade. Desta forma, exames que precisavam ser enviados para outros estados, agora são feitos no Piauí, diminuindo o tempo de espera para liberação de resultados.

Em 2012, foram inauguradas Unidades Básicas Avançadas de Saúde (UBAS) em Lagoinha do Piauí, São Lourenço, Caraúbas e Queimada Nova. Já estão prontas para funcionar as unidades de São Miguel da Baixa Grande, Ribeira do Piauí, São João da Canabrava, Francisco Macêdo, Lagoa do Sítio Novo Santo Antônio, São João do Arraial, além de Pau D?arco, Betânia, Boa Hora, Coronel José Dias e Cocal dos Alves. Cada uma das unidades possui consultório médico e odontológico, sala de enfermagem, recepção, farmácia, sala de educação em saúde, sala de vacinação e nebulização, sala de pré-parto/parto/pós-parto, além de leitos de observação masculina e feminina.

O serviço de atendimento médico de urgência no interior do estado vem se expandindo através do SAMU. Em quatros meses, 12 bases descentralizadas foram inauguradas nas cidades de São João do Piauí, Amarante, Cristino Castro, Curimatá, Elesbão Veloso, Elizeu Martins, Júlio Borges, Parnaguá, Palmeirais, Paulistana, Valença Água Branca.

Estão prontas para serem entregues a população as unidades do SAMU de Currais, Redenção de Gurgueia, Tanque do Piauí e Santa Cruz do Piauí. ?Com isso, o Piauí aguarda a conclusão das bases de Riacho Frio, Dom Inocêncio, José de Freitas, Cristalândia e Santa Filomena para fechar a descentralização do SAMU?, disse a secretária.

As cidades de Floriano e Picos receberam uma nova sede do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (HEMOPI). Em Uruçuí, entrou em operação o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Ainda em Picos está previsto para o primeiro semestre o funcionamento da Policlinica.

?Fortalecer a saúde no interior do estado é um objetivo que estamos perseguindo. Em Oeiras, por exemplo, em aproximadamente 30 dias começa a funcionar a UTI do Hospital Regional Deolindo Couto.

Sesapi implantou Plano de Cargos e Salários

Em 2012, a Secretaria Estadual de Saúde convocou 135 médicos, técnicos em enfermagem e farmacêuticos bioquímicos aprovados no concurso realizado em janeiro e implantou o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos servidores da Saúde.

A partir de maio deste ano, os servidores já começam a ser beneficiados com o PCCV, que terá impacto gradual no vencimento de cada trabalhador da Saúde até novembro de 2014, de acordo com a forma especificada na lei.

?É um marco na história da Saúde do Piauí. Era um sonho acalentado, antigo, que, agora, se realiza, beneficiando 31 categorias, sendo 13 de nível superior, seis de nível médio e 12 de nível auxiliar. Sobretudo, vem dar um novo vigor e melhorar a autoestima dos servidores, profissionais não-médicos, que esperavam por esse grande estímulo há um bom tempo?, enfatizou a secretária.

Municipalização é reforçada com ações da Sesapi

A Secretaria de Estado de Saúde e os gestores de vários municípios do Piauí deram um passo importante para a consolidação do processo de municipalização dos hospitais de pequeno porte, os chamados HPPs.

A Sesapi realizou reuniões com prefeitos e secretários de Saúde onde, após ser mostrado o resultado de um rigoroso processo de avaliação dos hospitais municipalizados e discutidas melhorias, foi assinado um protocolo de intenções que visa otimizar o atendimento à população nessas Unidades de Saúde.

Os hospitais de média complexidade também passaram pela mesma discussão. O principal objetivo é dar maior autonomia aos municípios, a fim de que adquiram uma maior independência em relação à capital.

?Esta é uma ação que está dentro da nossa proposta de resolutividade nos municípios, independente daqueles que possuem hospitais municipalizados ou não. Começamos esse trabalho com os Hospitais Regionais e os estaduais de referência, e, agora, também estamos atuando nos de pequeno e médio porte. Ouvimos, propusemos metas e agora vamos avaliar nos próximos meses?, destacou a secretária.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar