O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), quer que os partidos políticos acionem a Justiça pedindo que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dê explicações sobre a declaração à respeito de suposta fraude nas eleições brasileiras.

Bolsonaro afirmou que sem voto impresso e urnas auditadas, o Brasil terá "problemas priores do que os Estados Unidos".

Maia considera a fala um ataque ao Tribunal Superior Eleitoral e seus juízes. 

"Bolsonaro consegue superar os delírios e os devaneios de Trump", afirmou Maia nas redes sociais, se referindo ao apoio do brasileiro ao presidente americano, que no dia de ontem incitou manifestações que culminaram na invasão ao Capitólio. 

Luis Macedo / Câmara dos Deputados Luis Macedo / Câmara dos Deputados