Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Cínthia Lages fala sobre carreira no Baphon

A renomada jornalista Cínthia Lages  foi a entrevistada da vez no programa Baphon nesta segunda-feira (14), na rádio Boa FM, sintonia 94.1. A profissional respondeu algumas perguntas polêmicas sobre sua carreira, vida e do próprio jornalismo piauiense.

Quem iniciou a série de perguntas quentes foi o jornalista Efrém Ribeiro, no qual ela divide a bancada do Notícias da Boa, seu programa matinal na TV Jornal Meio Norte.

Efrém Ribeiro: Como você vê apresentadores celebridades?

Cínthia Lages : Nossa profissão é muito confundida com o glamour. Você esta sempre maquiada e arrumada. Pessoas pedem selfie. Nem todo mundo sabe fazer essa passagem.

Efrém Ribeiro: Como voce vê seu status de diva gay?

Cínthia Lages : Eu amo todos. Não sabia disso e fico feliz de saber. Significa que construir uma historia de respeito e tolerância. Eu ja fui madrinha da parada gay. 

O apresentador André Moura fez um outro questionamento, este, no sentido da convivência diária. 

André Moura: Existe alguém que você não tolera? Você sabe da sua fama de mal humorada? 

Cínthia Lages : Existe sim. Uma coisa é conviver no caráter profissional e outra é levar ela na sua casa. Pra constar, essas pessoas nem trabalham aqui. 

Cínthia Lages : Sobre a fama, eu só não levo desaforo pra casa. Não sou mal humorada. Sou uma pessoa muito tímida e não gosto de ser invasiva na vida dos outros. Eu gosto de manter o meu espaço e ficar na minha e isso as vezes é confundido com arrogância e prepotência. Se bem que Maquiavel disse que era melhor ser temido do que amado. Eu prefiro ser amada. Eu até procuro melhorar todos os dias  pra ser uma pessoa melhor. Nada impede. Nos não somos perfeitos. 


Na entrevista, ela ainda parabenizou o grupo Meio Norte de Comunicação por ter tantas mulheres como protagonistas no seu jornalismo. "As mulheres aqui sempre tiveram participação muito efetiva no jornalismo. Sempre tivemos muitas oportunidades. Todos", finalizou.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar