Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Lucas Celebridade diz que ex-marido tentou lhe matar com uma pá

Lucas Celebridade, uma das primeiras personalidades da internet, tornou-se popular por meio das mídias sociais, principalmente no Twitter e Facebook. Desde 2010, o professor passou a ser nacionalmente repercutido nas redes fazendo ensaios sensuais com humor, além de fofocas do mundo das celebridade.

Depois de 10 anos de fama na web, Lucas foi entrevistado por André Moura e Danituxa nesta segunda-feira (17) e contou detalhes sobre a fase atual da sua vida, assim como fez revelações da época em que se tornou um dos assuntos mais comentados no país.

Ainda na entrevista, Lucas contou que em seu último relacionamento seu ex-marido tentou lhe matar com uma pá de construção porque era muito ciumento e não gostava do trabalho que realizava.

Confira a entrevista completa:

Por onde anda Lucas?

Hoje eu estou nos eventos, nas escolas, no mundo, mas com um pouco mais de seriedade, o tempo passa, a maturidade chega. Com 35 anos não dá mais pra ficar só brincando, naquele tempo que despontei eu tinha 20 anos, já se passaram 15 anos, então a gente tem que saber evoluir, hoje sou professor de língua portuguesa e espanhola especializado pela UFPI, sou especialista em redação e enfim

Você começou essa fase mais séria depois que o Lucas Celebridade deu uma baixa?

Chega um tempo que as coisas se modernizam, naquele tempo as redes sociais se restringiam bastante ao Twitter e aquela coisa, eu disse que tinha que ter uma profissão, porque fama é uma coisa que um dia você tá em cima e no outro no lodo, existe um gráfico que não é linear, eu tinha que ajudar minha família e minhas coisas. Naquele tempo eu fui o primeiro piauiense a estampar a capa da revista Trip, fui para o programa Pânico, além de sites nacionais, como UOL, R7, veio até uma equipe do Profissão Repórter, da Rede Globo.

Sente falta daquele glamour todo?

Sinto, mas eu também precisava trabalhar, eu estudei, me formei pela UESPI, fiz especializações e as portas começaram a se abrir, fiz seleções e fui aprovado, também trabalho na iniciativa privada, então eu não tinha como fazer ensaio sensuais hoje em dia trabalhando com crianças.

Você se arrepende de algo?


Tem uns ensaios que eu me arrependo, porém para aquela época eu faria sim, mas hoje não.

Você se incomodaria se um aluno aparecesse com um ensaio seu?


Já aconteceu e eu quase morri de vergonha, mas expliquei que existem momentos e fases na vida da gente, e existem momentos que a gente fecha ciclos e que a gente precisa evoluir.

Deu para você ganhar uma grana?


Deu, mas não foi muita grande. Eu ganhava por participar de alguns eventos, ganhei o trofeu do primeiro uso do Twitter, participei de programas de TV que pagaram algum cachê.

Você recusou participar de um reality show?

Nessa época eu conheci com os produtores da Fazenda e eles começaram a conversar comigo para eu participar do programa, mas nessa época eu iniciei minhas terapias com psicólogo, por causa desse negócio de fama, tenho atestado me disse e a psicóloga me disse que se eu participasse eu iria surtar dentro do reality show, aí foi nesse período também que houve um problema de saúde da minha mãe e eu não aceitei participar.


E hoje você toparia participar do BBB?


Hoje eu não tenho mais essa coragem, quando a gente é jovem a gente não tem nada a perder e hoje eu tenho. Eu sou muito destemperado, dentro da escola eu me pondero, mas na vida pessoal eu sou muito de afrontar quem me desafia.

Como você lidava com as criticas?

Eu estava tão deslumbrado que eu não ligava para isso. Hoje eu me preocupo mais um pouco por causa da ofensas contra o meu Estado.

As pessoas ainda te reconhecem?


Sim. Eu cheguei agora no shopping e as pessoas ainda me reconheceram.

E o coração como está?

Eu vivo hoje para cuidar da minha família, eu já me decepcionei tanto que eu coloquei na cabeça quando não dá certo nem com um nem com outro, eu me desapeguei de vez. O último marido que eu tive queria me matar com uma pá de construção porque ele era muito ciumento e não gostava desse trabalho que eu tinha. Isso tem três anos, entrei na Justiça e hoje está tudo bem, só não nos falamos mais.

O que você faz atualmente?


Eu faço cerimoniais, trabalho como professor, também trabalho com propagandas de lojas em Luzilândia e trabalho também com o radiojornalismo sempre no segmento do entretenimento.

O que você espera para 2020?


Hoje sou uma pessoa séria, penso em continuar trabalhando e seguindo minha vida.





Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar