Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Pai denuncia ex por obesidade da filha

Pai denuncia ex por obesidade da filha

Pai denuncia ex por obesidade da filha
Pai denuncia ex por obesidade da filha | arquivo internet

Inconformado com o constante ganho de peso da filha de seis anos, um pai de Londrina (PR) registrou boletim de ocorrência contra a ex-mulher e os avós maternos da menina por maus-tratos.

O casal está separado desde 2010 e disputa a guarda da filha --que mora com a mãe e os avós-- na Justiça.

O pai diz que a menina não recebe alimentação adequada e, por isso, engorda. Aos seis anos, pesa mais de 50 kg.

A avaliação feita por uma nutricionista em janeiro e apresentada por ele à polícia diz que o peso ideal para a criança, que media 1,35 m e pesava 49 kg à época, seria cerca de 20 kg.

"A cada 15 dias, quando vejo minha filha, percebo que ela está mais gorda. Cheguei a levar o caso ao Conselho Tutelar", diz ele, que é professor, não quis ser identificado para não expor a criança e tem 1,87 m e 115 kg.

"Procurei a polícia antes, mas não consegui fazer boletim de ocorrência, porque diziam que não é crime a criança estar acima do peso."

Desta vez, o pai apresentou à polícia a avaliação antropométrica da menina e artigos sobre a responsabilidade legal em relação aos filhos.

Ele nega que a denúncia tenha relação com a disputa da guarda. "Estou preocupado com a saúde dela. Ela já tem o colesterol alterado e sofre bullying na escola", diz.

A Folha não conseguiu falar com a mãe da garota. O advogado dela, Vanderley Doin Pacheco, disse que a menina recebe a atenção médica necessária. "A mãe não é omissa. A questão é hereditária: várias pessoas das famílias materna e paterna têm sobrepeso. Além disso, o pai também é responsável pela saúde dela."

Pacheco afirmou que os mesmos argumentos apresentados pelo pai à polícia foram usados no processo que corre em segredo de Justiça.

O casal tem outra filha, de 12 anos, que mora com o pai.

O delegado Cássio Wzorek disse que convocou a mãe da menina. "Provavelmente será feito um termo circunstanciado de infração penal. Em seguida, encaminharei o material ao Juizado Especial Criminal, onde o casal deverá ser ouvido."


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar