Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Profissão 'Youtuber' pode ser regulamentada no Brasil

Profissão 'Youtuber' pode ser regulamentada no Brasil
Profissão "Youtuber" pode ser regulamentada no Brasil | internet

Definindo o ofício como “obreiro que cria vídeos e os divulga na plataforma social do YouTube com amplo alcance de seguidores e afins”, o Projeto de Lei Nº 10938 de 2018 quer regulamentar a atividade de youtuber no Brasil. A proposta é do deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) e foi apresentada na última quinta-feira (31) na Câmara dos Deputados.

Entre os direitos para o youtuber profissional previstos no projeto estão não participar de trabalho que ponha em risco sua integridade física e carga horária máxima de 6 horas diárias e 30 horas semanais com intervalo de 45 minutos para almoço e descanso. Isso inclui todo o tempo necessário para planejamento, gravação, edição, publicação e promoção dos vídeos.

Caso o horário de trabalho seja excedido, o youtuber passa a ter direito a 1 hora de intervalo para repouso e alimentação e a remuneração com acréscimo de 100% sobre o valor da hora normal. Além disso, os youtubers teriam que seguir o Código de Ética dos Jornalistas. Nos pontos não especificados no Projeto de Lei, cabem os preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para regulamentar a relação.

Justificativa cita jornadas incompatíveis com as funções

Em sua justificativa, o deputado afirma que o youtuber “trabalha, na maioria das vezes, autonomamente ou exposto a contratos de trabalho sem as proteções legais previstas, com jornadas incompatíveis com a função exercida”. Ele diz ainda que é importante regulamentar, dentro do possível, o conteúdo veiculado por esses profissionais, “tendo em vista que influenciam a formação de opinião de parte significativa da sociedade, em especial os mais jovens”.

Essa é a primeira versão oficial do projeto, que pode ser modificado durante o andamento do processo. Pelo teor dos artigos e da justificativa, o PL parece ter como principal objetivo proteger os youtubers quando estes são contratados por outras empresas para fazer vídeos e campanhas promocionais. Como a profissão não é regulamentada, os profissionais dessa área podem ficar expostos a contratos sem as proteções legais de outras atividades.

O PL está aguardando despacho do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados. Você pode deixar sua opinião sobre a proposta respondendo à enquete disponível no site da Câmera ou discutindo o tópico nos fóruns da plataforma e-Democracia.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto