Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Revista inglesa ironiza fala de Bolsonaro sobre coronavírus em charge

A charge da revista inglesa The Economist desta sexta (3) ironiza o presidente Jair Bolsonaro sobre o pedido de suspensão do isolamento social no país. Na imagem, Bolsonaro aparece cercado de uma "chuva de coronavírus" em tamanho macroscópico e pede para que brasileiros saiam de casa. “Uma chuvinha não vai machucar vocês”, diz ele na charge. A charge diz respeito à fala do presidente na ultima quarta-feita (1º), quando Bolsonaro voltou a ironizar o coronavírus (COVID-19). Em entrevista ao programa “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes, Bolsonaro comparou a doença com chuva, dizendo que "há pessoas que vão se molhar, mas que não irão morrer afogadas."

"O vírus é igual a uma chuva. Ela vem e você vai se molhar, mas não vai morrer afogado", declarou o presidente.

A revista também publicou uma reportagem traçando um panorama de como os presidentes da América Latina têm lidado com o vírus. Ao abordar o brasileiro, a revista fala sobre risco de impeachment e compara Bolsonaro com o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador. Ambos são chamados de 'populistas' e com estratégias contrárias ao que tem sido feito na Argentina e no Chile.

A reportagem diz que Bolsonaro sabotou ativamente os esforços para controlar o vírus. “No Brasil, os governadores estaduais impuseram bloqueios, inclusive em São Paulo e no Rio de Janeiro. Essas medidas são populares. A negligência de Bolsonaro é menos”, diz o texto.

Nas redes sociais da revista, a publicação da charge gerou embate entre os apoiadores e opositores do governo de Jair Bolsonaro, além de tweets atacando o veiculo inglês. Em resposta, opositores trouxeram à tona novamente a hashtag #CapitãoCorona e #Pandemito para ridicularizar as atitudes do presidente e pediram ajuda em nome do povo brasileiro.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar