mais

Fechamento do Extra deixará 300 funcionários desempregados em Teresina

A loja da avenida John Kennedy fecha as portas em dezembro 11 anos após iniciar atividades em Teresina

" Faltam poucos dias para o natal e a maioria de nós vai ficar desempregada", diz, desolada, a funcionária que trabalha no caixa do Hipermercado Extra e pediu para não ser identificada. "Fomos todos pegos de surpresa", completa.  Pelo serviço de som, os clientes são informados de que as atividades da empresa serão encerradas em dezembro. A venda de 71 lojas da bandeira Extra, do Grupo Pão de Açucar, já tinha sido anunciada mas o fechamento da principal loja de Teresina é uma novidade.

A operação de venda das lojas do Extra para o Assaí foi de R$ 5,2 bilhões. Com isso, o Pão-de-Açucar deixa de operar no mercado atacadista, segmento que vem crescendo no país devido à perda do poder de compra dos brasileiros. " Os clientes perguntam o que houve e o que podemos dizer é que também estamos sem saber", diz um outro funcionário do hipermercado. Para eles, o aviso é de que a loja passará por reforma parase adequar ao formato pretendido pelo Assaí. Será a primeira do gênero na zona leste, que concentra lojas de padrão mais elevado.

Inaugurada em julho de 2010, a abertura do Hipermercado foi um acontecimento. Durante vários dias, o movimento de consumidores lotava o espaço da loja, construída em tempo recorde - apenas 100 dias. Na época, a tendência de grandes centros de compras trazia para a região, um mix de produtos que podiam ser adquiridos em um mesmo endereço.

Mais de 24 horas depois da publicação da reportagem, o Extra enviou uma nota que não aomente não  esclarece, como reforça as dúvidas sobre destino dos funcionários.


O acordo firmado entre GPA e Assaí consiste na venda de 71 pontos comerciais onde hoje funcionam unidades do Extra Hiper. Os demais 32 hipermercados serão convertidos em outros formatos do GPA (como Mercado Extra e Pão de Açúcar) ou fechados. Com relação aos colaboradores dessas lojas, o principal direcionamento é o reaproveitamento interno nas demais unidades dos negócios envolvidos na transação, o que inclui a priorização da contratação dos funcionários do Extra Hiper nas novas unidades do Assaí. O GPA está conduzindo um processo de mapeamento de 100% dos colaboradores dessas unidades para entender o interesse individual e, desta forma, direcionar os esforços para que a transição seja feita de maneira humanizada. Vale ressaltar que, independente da marca que venha a se instalar nas mais de 100 unidades do Extra Hiper que encerram suas atividades até o fim do ano, seja Assaí, seja Pão de Açúcar ou Mercado Extra, está prevista a geração de empregos. Além disso, pelo perfil da operação, uma loja Assaí gera até o dobro de empregos do que um Extra Hiper - portanto, o movimento de conversão gerará ainda novos postos de trabalho nas cidades contempladas – serão aproximadamente 20 mil novos empregos.


Fechamento do Extra deixará 300 funcionários  desempregadosFechamento do Extra deixará 300 funcionários  desempregados

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail