Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Sem público, Semana Santa de Oeiras sofre as consequências da pandemia

Sem público, Semana Santa de Oeiras sofre as consequências da pandemia
Bom Jesus dos Passos | Diocese de Oeiras

Conhecida pela grandiosidade das celebrações, que chegam a reunir milhares de católicos durante a Semana Santa, a cidade de Oeiras sofre as consequências da pandemia de coronavírus. Pela primeira vez, a Diocese de Oeiras e a Paróquia de Nossa Senhora da Vitória precisaram adaptar a programação às orientações das autoridades para evitar a aglomeração de fiéis. De acordo com especialistas, as multidões favorecem a disseminação do vírus e a principal medida na guerra contra a doença é o isolamento social.

Celebração de Bom Jesus dos Passos. (Foto: Diocese de Oeiras)

A programação da Semana Santa de Oeiras começa ainda na sexta-feira que antecede o Domingo de Ramos com a tradicional procissão de Bom Jesus dos Passos e Nossa Senhora das Dores. O cortejo acontece há duzentos anos e reúne um público de mais de trinta mil pessoas que percorrem as ruas históricas da primeira capital do estado. Por causa da pandemia, a celebração aconteceu a portas fechadas dentro da catedral, no Centro Histórico de Oeiras. 

Procissão de Bom Jesus dos Passos (Foto: Mais Oeiras)

Após ter encerrado a cerimônia na Igreja Catedral, já no final da tarde, o bispo diocesano de Oeiras, Dom Edilson Nobre, deixou a Igreja e fez o percurso solitário da procissão, passando em cada Passo, capelas em número de cinco, espalhadas pelo centro histórico que representam as estações da via-sacra. Ao passar em cada uma, Dom Edilson presidiu a bênção das capelas e das flores de passo, um dos símbolos da celebração ao Bom Jesus. 

Procissão de Bom Jesus dos Passos (Foto: Mais Oeiras)

Neste Domingo de Ramos (05 de abril) não foi diferente. A celebração que relembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém montado num burro também precisou acontecer a portas fechadas. Os fiéis puderam acompanhar tudo através de transmissões ao vivo pelas redes sociais da paróquia de Nossa Senhora da Vitória e da Diocese de Oeiras. Na ocasião, houve a benção dos ramos, que foram colocados pelos fiéis nas portas de casa a pedido da Igreja.

Outra grande celebração da Semana Santa de Oeiras é a tradicional Procissão do Fogoréu, realizada na quinta-feira santa. Homens percorrem as ruas do centro histórico de Oeiras apenas com a iluminação de tochas acesas simbolizando a perseguição de Cristo pelos soldados romanos para o levarem à cruxificação. Respeitosamente, mulheres acompanham a procissão das portas de casa fazendo orações e entoando cânticos. Será a primeira vez que não haverá a procissão mais emblemática da Semana Santa de Oeiras.

Procissão do Fogaréu (Foto: Piauí Hoje)

Dom Edilson convida todos a participarem das celebrações acompanhando de casa pelos meios de comunicação: "Nós teremos durante toda a semana um tempo de oração e de modo especial realizaremos o Tríduo Pascal. Toda programação que teremos todos são convidados a participar. É verdade que não poderemos estar reunidos aqui na igreja, mas estaremos muito próximos e unidos atravé das redes sociais e dos meios de comunicação. Não deixem de participar. A semana santa é um momento único que nós realizamos e é o coração da nossa igreja. A oração fortalece a família e a vida de um cristão. Que Deus nos abençoe nesta batalha contra o coronavírus", destacou.

Ryan Andrade




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar