mais

IPHAN: Prêmio Rodrigo de Freitas é homenagem ao Nordeste

Prêmio Rodrigo 2021 faz homenagem ao Patrimônio Cultural do Nordeste.

A 34ª edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade está com inscrições abertas até 15 de agosto. Promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o concurso faz homenagem ao Patrimônio Cultural do Nordeste. O concurso vai premiar com o valor de R$ 20 mil dez ações de excelência na preservação e salvaguarda do Patrimônio Cultural, além de reconhecer duas iniciativas com menção honrosa.

Na última edição, a região Nordeste venceu com seis ações entre as doze que foram reconhecidas com o Prêmio Rodrigo. A riqueza de detalhes e a diversidade cultural da região estão representadas nas cores e nos elementos que compõem a identidade do prêmio na edição 2021. Como nos outros anos, o edital é aberto a ações que contribuam com a preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro de todas as regiões e nas suas variadas manifestações.

“A 34ª edição do Prêmio Rodrigo está ainda mais abrangente para que diversos segmentos que compõem o Patrimônio Cultural Brasileiro se sintam incentivados a participar”, destaca a presidente do Iphan, Larissa Peixoto. “Das capitais ao interior do Brasil, nas mais diversas realidades, o Prêmio Rodrigo é um importante instrumento de reconhecimento do que há de mais vivo à cultura e à identidade nacionais.”

Cultura nordestina é homenageada em Prêmio Cultura nordestina é homenageada em Prêmio 

Podem ser candidatos

Poderão concorrer à premiação de R$ 20 mil ações desenvolvidas no âmbito do poder público, cooperativas e associações formalizadas, redes e coletivos não formalizados, pessoas físicas, microempreendedor individual e microempresa. Fundações e empresas privadas poderão ser indicadas a menção honrosa, segmento no qual não há remuneração em espécie.

Etapas do prêmio

Para participar, os proponentes deverão acessar o formulário de inscrição, disponível no site do Iphan, até o dia 15 de agosto. As ações serão avaliadas, inicialmente, nas comissões estaduais, compostas por representantes das diferentes áreas culturais de cada estado e presididas pelos superintendentes. Iniciativas vencedoras na etapa estadual serão analisadas pela Comissão Nacional de Avaliação, formada pela presidência do Iphan e por 20 jurados que atuam nas áreas de preservação ou salvaguarda do Patrimônio Cultural.

O resultado da etapa regional está previsto para final de outubro. Já as dez ações vencedoras em nível nacional e as duas menções honrosas serão divulgadas em dezembro.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail