Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Centrais sindicais querem parar o país no dia 30 de agosto

Centrais sindicais querem parar o país no dia 30 de agosto

As centrais sindicais CUT, CSP - Com Lutas, CTB, Força Sindical e Nova Central Sindical estão programando para o dia 30 de agosto greve geral em todo país, reivindicando melhores serviços de saúde, educação e contra o projeto de lei (PL-4330) de autoria do deputado federal Sandro Mabel (PMDB), que flexibiliza a terceirização.

A informação sobre a paralisação geral no país no dia 30 de Agosto foi anunciado durante manifestação feita pelas centrais sindicais na frente do Palácio da Cidade, sede da Prefeitura de Teresina nesta terça-feira (06).

O presidente do Sindicato dos Urbanitários do Estado do Piauí, Francisco Ferreira de Sousa, declarou que o PL amplia a terceirização, fragiliza os serviços públicos e as organizações sindicais, além de acabar com o concurso público.

O secretário geral do Sindicato dos Urbanitários, Claudio Fontenele, disse que o projeto de lei, se aprovado, vai fragilizar os serviços públicos e que nesta quarta-feira (07), os urbanitários irão fazer manifestação na frente da Agespisa, depois irão para Assembleia Legislativa contra o projeto do Governo do Estado de subdelegar para empresas privadas os serviços de abastecimento de águas e esgotos da Agespisa.

?A subdelegação fragiliza os serviços e encarece as tarifas. Além disso prejudica os mais pobres por que as empresas não vão fazer investimentos nas áreas mais pobres, por que não dão lucros?, declarou Claudio Fontenele.

Gisvaldo Oliveira da CSP- Com Lutas no Piauí, declarou que a Prefeitura de Teresina é um dos espaços onde tem mais terceirização dos serviços públicos. Ele declarou que o PL-4330 for aprovado vai atingir diretamente os concursos públicos que garantem a qualidade do serviço público.

?O PL precariza o serviço público e privado porque pesquisa realizada aponta os trabalhadores terceirizados ganham 27% a menos do que os servidores públicos efetivados?, disse Gisvaldo Oliveira.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar