Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Cesta básica caiu 0,37% em Teresina

Cesta básica caiu 0,37% em Teresina

Semelhante ao que ocorreu no mês de maio, a cesta básica do trabalhador teresinense enfrentou mais uma deflação em junho. De acordo com a pesquisa da Cesta Básica realizada pela Fundação Cepro na capital do Estado, o custo da cesta caiu (-0,37%) em relação ao mês anterior. Foi a segunda deflação do ano de 2013, ficando atrás apenas dos meses de maio/13 (-0,46%) e novembro/12 (-1,99%) na comparação do custo anual da cesta básica.

Em relação ao mês de junho de 2013, a queda ocorreu, principalmente, por conta das deflações de preços registradas nos seguintes produtos: tomate (-3,28%), feijão (-2,97%), carne bovina de 2ª (-2,31%), farinha de mandioca (-0,50%), margarina (-0,49%) e arroz (-0,34%).

Além disso, a banana e o leite pasteurizado não apresentaram índices inflacionais (0,00%) e o açúcar cristal teve inflação de 0,48%. O único produto dos doze itens que compõem a cesta básica a apresentar alta representativa foi o pão, que teve 6,30% de inflação em junho.

Segundo pesquisadores da Fundação Cepro, os produtos de maior destaque em junho foram o tomate, o feijão, a farinha de mandioca e o pão. Nos dois primeiros casos pela queda representativa e os demais pelo comportamento ao longo dos meses. ?A farinha de mandioca, teve altas significativas nos últimos 11 meses e apresentou agora uma queda de 0,50%; e o pão, que se manteve estável e com aumentos relativamente baixos nos últimos 10 meses, agora aparece com uma inflação bem acima da sua média mensal?.

De acordo com o presidente da Fundação Cepro, Magno Pires, a Cesta de Produtos Básicos pesquisada pela Instituição é definida nos termos do Decreto-Lei nº 399, de 1938, e é considerada o principal elemento de avaliação do poder de compra do salário mínimo. ?Sua base de cálculos é feita de forma ponderada e leva em consideração uma família de quatro pessoas; há toda uma pesquisa aprofundada para chegarmos às conclusões apresentadas mês a mês; é um estudo com a marca de qualidade da Fundação Cepro?, explica.

A cesta básica custou ao teresinense, ao longo do mês de junho de 2013, a importância de R$ 252,01 e os produtos constantes da cesta, para serem adquiridos pelo trabalhador que vive exclusivamente do salário mínimo, comprometeram no mês estudado o percentual de 37,17% de seu valor absoluto.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar