Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Cmeie faz eleição antes da pose de Firmino Filho e mantém oposição

Cmeie faz eleição antes da pose de Firmino Filho e mantém oposição

A Diretoria da Cmeie (Comissão Municipal Expedidora de Identidade Estudantil), formada por nove integrantes, reelegeu Danilo Moraes, para a presidência da entidade, durante reunião realizada no dia 8 de dezembro.

Com reconhecida influência política do ex-presidente da entidade e atual deputado estadual Evaldo Gomes (PTC), a Cmeie ao eleger seus novos diretores não permitirá que o prefeito eleito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) tenha influência na atual gestão da Co,missão Municipal de Identidade Estudantil, que está mais aliada aos partidos de oposição.

Danilo Moraes declarou que Evaldo Gomes foi ex-presidente, mas não tem influência política na comissão.

Moraes disse que a escolha dos diretores foi feita antes da posse de Firmino Filho porque o mandato da atual diretoria termina no dia 7 de janeiro de 2013 e o Estatuto da Cmeie prevê que a eleição seja feita 30 dias antes do final do mandato.

?A eleição foi feita no dia 8 porque o Estatuto da Cmeie prevê a eleição da nova diretoria 30 dias antes do final de seu mandato, não tem nenhuma relação com política ou com eleição de Firmino Filho?, declarou Danilo Moraes.

A mandato da diretoria eleita no dia 8 de dezembro é de dois anos. Foram escolhidos Danilo Moraes, da UMES (União Municipal dos Estudantes Secundaristas) para a presidência da Cmeie;Osmar Vieira, do Ccep (Centro Colegial do Estado do Piauí),foi eleito secretário-geral; e Antônio Francisco, do Sintetro (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário), foi eleito tesoureiro.

A Cmeie é formado por representantes da Umes; Ccep, da Ames (Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas); da Prefeitura de Teresina, da Câmara dos Vereadores;do Sintetro;do Setut (Sindicato das Empresas de Trasporte Urbano de Teresina); e tem um representante dos pais dos alunos.

Danilo Moraes afirmou que a Cmeie expediu neste ano 63 mil carteiras de identidade estudantis para alunos de escolas do ensino fundamental e ensino médio públicas e privadas.

Cada careira de identidade estudantis custa R$ 13,90.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar