Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Diagnóstico precoce é fundamental para tratamento do câncer infantil

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer na infância representa a primeira causa de morte por doença entre crianças e jovens de 1 a 19 anos, atingindo uma média de 9000 novas vítimas por ano no Brasil. No Brasil, o Setembro Dourado é uma campanha criada para ampliar o conhecimento sobre a doença, para que pais, responsáveis e profissionais de saúde consigam detectar mais facilmente os sintomas, podendo, assim, agir a tempo

No Piauí, o Hospital São Marcos criou uma série de vídeos com a médica Gildene Alves, oncologista pediátrica, para ajudar a esclarecer os principais sintomas, a fim de que pais e responsáveis possam deixar de confundir com outras enfermidades menores comuns na infância. 

A médica Gildene Alves, oncologista pediátrica

“O diagnóstico precoce ainda é a melhor chance de cura desses pacientes, com taxa de sucesso em torno de 80%”, alerta.

Na série, a médica explica que é preciso ficar atento à frequência e intensidade dos sinais e sintomas: como febre, vômitos, dor de cabeça, ínguas, palidez, hematomas, mancha nos olhos e perda de peso. “Aumento de volume em qualquer parte do corpo e anemia também são sinais de alerta, mas o quadro pode variar de acordo com o tipo de tumor”, informa. 

“Para determinar esse tipo de doença, exames de sangue, de imagem e biópsias do local envolvido costumam ser utilizados. Já o tratamento pode envolver quimioterapia, radioterapia, cirurgia e, em alguns casos, imunoterapia e transplante de medula óssea”, explica a médica Gildene Alves.

Os tumores mais frequentes na infância e na adolescência são as leucemias, os tumores no sistema nervoso central e os linfomas. Em crianças pequenas o neuroblastoma (tumor no sistema nervoso periférico) e os tumores nos rins são mais prevalentes, enquanto em crianças maiores os cânceres nos ossos são mais comuns.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar