Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Edilson Capote diz que PF promove espetáculo ao cumprir mandados

A coligação A Vitória que Vem do Povo (PSD/DC), do prefeito eleito de Barras, Edilson Capote, divulgou nota, na manhã de quarta-feira (25),   informando  que foi surpreendida pela presença de agentes da Polícia Federal em oito endereços de pessoas que compõem a coligação vitoriosa do candidato Edilson Sérvulo de Sousa, o Edilson Capote, prefeito eleito de Barras, além da irmã do prefeito, Ivanilda Sérvulo, e do irmão, empresário Wilson Sérvulo, que mora em Brasília (DF).

Edilson Capote declarou  que nada foi encontrado que comprometesse a lisura da campanha realizada pela coligação e que o fato da denúncia ter sido assinada pelo atual secretário de Cultura de Barras, João Germano Filho, denota o tom eleitoreiro.

O  prefeito eleito de Barras, Edilson Capote- Foto: Reprodução

"O secretário de Cultura já foi condenado - em setembro deste ano - pela  Juiz da 6ª Zona Eleitoral/PI, Nauro Thomaz de Carvalho, por divulgar matérias com o intuito exclusivo de denegrir a imagem do Sr. Edílson Capote, fazendo afirmações agressivas e abstratas, desacompanhadas de maiores comprovações. A multa foi de R$ 5 mil", diz a  nota.

O prefeito eleito de Barras, Edilson Capote, condenou ainda o que considera o  espetáculo que os adversários quiseram proporcionar e disse ter certeza que é uma manobra dos inconformados com a derrota no intuitto exclusivo de atacar a família dos que foram eleitos pelo voto popular.

Disse ainda ter certeza, que, se houvesse outra eleição em Barras, seria eleito novamente porque não são lideranças que querem o Capote, como diz a denúncia, mas o povo.

 "A grande maioria dos votos comprova isso.  Foram quase 4 mil votos de diferença entre os dois candidatos. "Por que não se conformam?”, questionou Edilson.Edilson Capote teve 50,69% dos votos válidos contra 37,61% de Carlos Monte, candidato à  reeleição.

LEIA MAIS: PF cumpre 8 mandados de busca contra compra de votos em Barras e DF


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar