Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Estudante estripada foi vítima de crime passional e morte tem uma trama

Estudante estripada foi vítima de crime passional e morte tem uma trama

Estudante estripada foi vítima de crime passional e morte tem uma trama
Gerciane Pereira Araújo, 26 anos | Reprodução Rede Meio Norte

Estudante estripada foi vítima de crime passional e morte tem uma trama

O delegado de Homicídios, Francisco Costa, o Baretta, disse que a Polícia Civil deve prender ainda hoje o assassino de Gerciane Pereira Araújo, de 26 anos, que foi estripada e vítima de um crime cruel porque cortaram sua vagina e colocaram na boca.

Segundo ele, a Delegacia de Homicídios apurou todos os dados que provam a presença do assassino no local, as margens da linha férrea do Metrô de Teresina, no bairro Vila Operária, na zona Norte da capital piauiense.

Baretta disse que o crime foi passional e tem toda uma trama que resultou no assassinato de Gerciane Pereira Araújo com um instrumento cortante.

"Nós já estamos perto de localizar o instrumento cortante utilizado no crime", afirmou Francisco Costa.

Segundo ele, Gerciane Pereira Araújo não era uma moradora de rua, como falaram algumas testemunhas, mas uma estudante que morava com a mãe no bairro Morro da Esperança, na zona Norte de Teresina.

Baretta informou que antes de ser assassinada, Gerciane Pereira Araújo passou em três bares na noite de terça-feira e madrugada de quarta-feira, quando a jovem foi assassinada.

Gerciane Pereira Araújo tinha dependência química e seu corpo foi reconhecido no Instituto Médico Legal (IML) pela mãe e pelo tio no final da tarde de quarta-feira.

"Ela tinha envolvimento com drogas e onde morreu ficam pessoas de vários tipos, inclusive dependentes químicos", falou Baretta.

ATUALIZADA ÀS 10:20

Mulher estripada era bissexual e polícia apreende faca usada no crime

O delegado de Homicídios, Francisco Costa, o Baretta, afirmou que já foi apreendida a faca utilizada como instrumento para estripar a estudante Gerciane Pereira Araújo, de 26 anos. A arma foi encontrada durante diligências feitas na casa do suposto assassino e será levada para o Instituto de Criminalística da Secretária Estadual de Segurança para saber se tem vestígios de sangue da vítima.

A avó da vítima, Francisca das Chagas, disse que a estudante Gerciane Pereira Araújo, tinha um filho de 6 anos e se relacionava sexualmente com mulheres.

A polícia investiga que o assassino pode ser um ex-companheiro abandonado, por ela ter optado por viver com mulheres.

Baretta declarou que o fato do assassino ter cortado a vagina e ter colocado na boca de Gerciane Pereira Araújo, diz muito sobre a motivação do crime.

"A pessoa quando mata a outra deixa a sua marca. A forma como ele matou quer dizer alguma coisa", declarou Baretta.

O delegado Francisco Costa, disse na madrugada do crime, a jovem estava em um bar com uma pessoa, deixou o local e foi para outro local com o provável assassino.















MATÉRIAS RELACIONADAS:

Mulher é morta estripada e assassino corta vagina e coloca em sua boca

Morte de vítima de crime sexual será a 1ª a ser investigada com scanner de corpo


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar