mais

Estudantes protestam contra reajuste da tarifa de ônibus para R$ 4

Reunião do Conselho Municipal de Transportes está sendo realizada

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (27), o Conselho Municipal de Transporte Público, reunido na Strans, aprovou aumento de 11,73% na tarifa de ônibus urbanos de Teresina. Com a aprovação, a passagem inteira passa de R$ 3,60 para R$ 4,02 e a passagem de estudante passa de R$ 1,15 para R$ 1,28. Agora falta apenas o decreto do prefeito Firmino Filho para os novos preços entrarem em vigor. Enquanto ocorria a reunião que definiu o aumento, estudantes protestavam contra o rejuste em frente ao prédio da STRANS.

Jhouseany Rodrigues, estudante de Letras Português e Francês da Universidade Federal do Piauí (UFPI), afirmou que o ato de protesto ocorre por conta do valor abusivo da passagem de ônibus, da falta de qualidade dos ônibus urbanos e da carência de representatividade na reunião do Conselho Municipal de Transportes para um titular e um suplente para os Diretórios Gerais de Estudantes (DCEs) da UFPI e da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). "Foram barrados na Strans", disse.

"Eles nos barram porque sabem que nosso voto é por ônibus de qualidade e uma tarifa menor.  Em 2019 a gente vai vir fervendo para as ruas" , afirmou Jhouseany Rodrigues, referenciando o calor de Teresina.

Estudantes protestam no prédio da STRANS (Crédito: Efrém Ribeiro)
Estudantes protestam no prédio da STRANS (Crédito: Efrém Ribeiro)


A estudante de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Maria Antônia da Silva Vieira, vê o reajuste das tarifas de ônibus urbanos de Teresina como abusivo e sem justificativa.
"Sabemos que não temos um transporte de qualidade para justificar um aumento tão absurdo. Isso atrapalha a permanência dos estudantes nas universidades porque os nossos pais não têm condições de pagar as suas passagens inteiras e as nossas passagens" , declarou Maria Antônia.

O coronel Jaime Oliveira, diretor de Operação e Fiscalização de Trânsito da Strans, informou que 15 policiais militares e 5 guardas municipais estão na frente do prédio da superintendência limitando o acesso ao órgão. "No ano passado os manifestantes quebraram as vidraças do prédio. Estamos aqui para evitar que se repita", declarou.
Ele falou que os dois representantes do DCE da UFPI não se apresentaram para participarem da reunião do Conselho Municipal de Transporte.

Estudantes na porta da Strans (Crédito: Efrém Ribeiro)
Estudantes na porta da Strans (Crédito: Efrém Ribeiro)
Estudantes na porta da Strans (Crédito: Efrém Ribeiro)
Estudantes na porta da Strans (Crédito: Efrém Ribeiro)


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail