Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Explosão em apartamento deixa 3 pessoas feridas na zona Sul

Atualizado às 16h33

Uma explosão de gás destruiu um apartamento no conjunto residencial Bem Viver 2,  no conjunto Morada Nova, na zona Sul de Teresina, às 7h deste sábado (20/07). A explosão , causada pelo vazamento destruiu as paredes do apartamento.



O fato foi registrado em um apartamento térreo, mas as janelas do primeiro andar não suportaram e quebraram. O Corpo de Bombeiros foi acionado e avalia se será preciso interditar o prédio.


No apartamento mora um casal com filho. Além de uma criança ferida, dois  homens, André Silva de Moraes, de 27 anos, e Bruno Tiago de Sousa Oliveira Silva, de 29 anos, tiveram queimaduras após a explosão. 

A major Najra Nunes, relações públicas do Corpo de Bombeiros, disse que um vazamento de gás pode ter causado a explosão.

“Quando a nossa equipe chegou, uma vítima já havia sido socorrida e levada para o hospital por populares. Soubemos que ele teve muitas queimaduras pelo corpo. A explosão causou muita destruição no apartamento e nos apartamentos vizinhos, mas temos um bombeiro no local que é engenheiro e disse que não houve abalo da estrutura do prédio”, disse a major Najra Nunes.

Os moradores estão sendo retirados do local. Em cada prédio possui 12 apartamentos.

O major Carvalho Leal, do Corpo de Bombeiros, disse que a estrutura do prédio não foi avariada com a explosão e que após a perícia realizar os procedimentos vai atestar as causas.

O morador do apartamento  e o zelador ficaram feridos.

"A perícia vai determinar as causas da explosão e do incêndio. A priori, o edifício tem gás canalizado. Tem uma central que distribui gás para cada bloco e em cada apartamento e provavelmente o que tem para causar explosão é o gás, mas só quem vai detectar com certeza é a perícia", disse Leal.

Ele informou  que o prédio foi comprometido na parte de alvenaria, forros, janelas, portas, vidros, mas que o incêndio só atingiu o apartamento que teve a explosão.

"O bloco não está mais habitado, todos foram retirados, e o local devidamente isolado, para que o trabalho pericial aconteça. Mas não há nenhuma possibilidade de colapso estrutural, já que pilares, vigas, lajes foram todas preservadas. O que houve foi apenas comprometimento na parte de alvenaria forro, porta, janela, vidros. Não tem problemas de novo incêndio e nem problemas estruturais", assegurou o  major Carvalho Leal.

Crédito: Efrém Ribeiro.

Crédito: Efrém Ribeiro.

Crédito: Efrém Ribeiro.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar