Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Decreto suspende passe estudantil no transporte público em Teresina

O prefeito Firmino Filho assinou nesta quarta-feira, 8, decreto suspendendo o passe estudantil no transporte público da capital. A medida é mais uma estratégia da Prefeitura para evitar as aglomerações como forma de auxiliar no enfrentamento à pandemia provocada pelo novo coronavírus. O decreto já entra em vigor imediatamente.

Para evitar o crescimento do número de casos do novo coronavírus, a Prefeitura de Teresina vem adotando medidas de isolamento social por meio de decreto municipal e ações para evitar a circulação do vírus, que já causou a morte de cinco pessoas no Piauí, sendo três óbitos na capital. O prefeito Firmino Filho considera que os teresinenses devem continuar seguindo as medidas de prevenção.

Imagem - Reprodução

Segundo dados da Superintendência de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans), 12% dos passageiros que continuam utilizando diariamente o transporte público são estudantes, o que corresponde a, aproximadamente, 2.500 pessoas. “É um número alto e que vai de encontro ao que estamos orientando. Estamos com as aulas suspensas, as bibliotecas, os shoppings e teatros fechados por conta dos decretos feitos para evitar as aglomerações. Termos ainda essa quantidade de estudantes saindo de suas casas é contra a nossa estratégia para combater o vírus. Não faz sentido a Prefeitura estimular as aglomerações”, argumentou o prefeito.

Para adotar a medida, o prefeito levou em consideração que a capital está em situação de calamidade pública em saúde e também a existência dos decretos, tanto municipal quanto estadual, de suspensão das aulas. O objetivo também é de reduzir, ao máximo possível, a circulação de pessoas pela capital, para evitar a disseminação do Covid19.

Firmino Filho considerou ainda que existe uma perspectiva dos órgãos de saúde de um aumento exponencial dos casos de Covid19 na capital. “Estamos adotando todas as estratégias possíveis para que as pessoas permaneçam em suas casas. É necessário que isso aconteça. Então, vamos ficar em casa”, frisa. Em Teresina, segundo os dados do último boletim epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde, já são contabilizados 579 casos notificados do novo coronavírus, sendo 130 suspeitos, 425 descartados, 24 confirmados e três óbitos.

Imagem - Reprodução

Ele avalia que, nesta semana, o desempenho do cumprimento das medidas é considerado intermediário em relação às duas últimas semanas, após o decreto municipal que determina inclusive o fechamento das atividades e do comércio, ficando abertos apenas os serviços considerados essenciais.

“Na primeira semana tivemos um bom desempenho na cidade, as pessoas compreenderam os riscos que estávamos correndo e a incerteza que colocava Teresina em situação realmente difícil. Depois fizemos um relaxamento nas medidas, mas percebemos que o isolamento social diminuiu consideravelmente, trazendo riscos para o crescimento da contaminação em nossa cidade. Já nesta terceira semana, é importante que se fale: temos mais razões para ficar em casa e não realizarmos as tradicionais viagens para as cidades do interior. Assim, estaremos protegendo a nós e aos nossos familiares que lá estão”, chama a atenção.

Na capital, são 579 casos notificados, sendo 130 suspeitos, 425 descartados, 24 confirmados e 03 óbitos. Ainda de acordo com Firmino, Teresina espera aumentar o diagnóstico de possíveis casos com chegada de novos testes em breve. “Faremos todas as ações necessárias para este combate. E, não podemos esquecer, nesta guerra contra o exército invisível, que se fortalece com o contato entre as pessoas, o isolamento social é a maior arma para diminuirmos a circulação do vírus. Por isso, fique em casa”, convoca.

A Prefeitura está intensificando as fiscalizações para garantir o cumprimento dos decretos. A população pode denunciar os estabelecimentos que estejam burlando as recomendações através dos números 153, (86) 3215-9317 e pelo whatsapp (86) 99438-0254.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar