mais

Firmino Filho anuncia investimentos de R$ 1 bilhão em obras em Teresina

Firmino Filho anuncia investimentos de R$ 1 bilhão em obras em Teresina

Firmino Filho anuncia investimentos de R$ 1 bilhão em obras em Teresina, que vão oferecer 8 mil empregos

Em entrevista ao Jornal Meio Norte, concedida em seu gabinete na Palácio da Cidade, o prefeito Firmino Filho (PSDB), anunciou que a Prefeitura de Teresina vai investir R$ 1 bilhão em obras para a cidade. Ele declarou que no ano passado foram investidos R$ 140 milhões, neste ano serão investidos R$ 250 milhões .

Firmino Filho declarou que as obras que serão realizadas com os investimentos de R$ 1 bilhão deverão empregar 8 mil pessoas.

?São obras importantes para a mobilidade urbana da cidade. E junto com isso, nós temos as obras que são do Plano de Transporte Urbano. Essas obras de mobilidade da cidade., não tenho a menor dúvida, trarão melhorias qualitativas na qualidade de vida da cidade, nós vamos ter melhoria na movimentação da cidade. Nosso objetivo é investir na cidade, nos quatro anos, R$ 1 bilhão. No ano passado, nós investimos R$ 140 milhões e este ano, nós vamos dar um salto para em torno de R$ 250 milhões e queremos manter esta média de R$ 250 milhões por ano. Essas obras vão gerar em torno de 5 mil a 8 mil empregos diretos?, disse o prefeito de Teresina.

Firmino Filho declarou que a geração de empregos aumentou de forma significativa com a instalação na capital piauiense de duas empresas de telemarketing, que estão oferecendo 6 mil empregos, e mais uma, de Minas Gerais, que vai se instalar na zona Norte de Teresina, oferecendo 5 mil empregos.

?Até o final do ano, as três empresas de telemarketing estarão oferecendo 15 mil empregos de carteiras assinadas?, falou Firmino Filho.

Meio Norte ? Em que sua gestão na Prefeitura de Teresina tem avançado?

Firmino Filho ? A função da Prefeitura é cuidar do cotidiano da cidade. Nesse nosso início de administração, nós estamos mais presentes na cidade, ao mesmo tempo nós estamos buscando ter uma intervenção mais estruturadora do cotidiano da cidade para que possamos mudar o nosso estilo de desenvolvimento urbano. O que acontece hoje? Ao longo do tempo, nós evoluímos e avançamos muito na área social. Nós temos uma infraestrutura na educação, na saúde, na assistência social e essa superestrutura produz resultados, mas poderíamos produzir muito mais. Então, nós temos que qualificar melhor os serviços na área da saúde, da educação e da assistência. Então, o nosso foco é esse. Na educação, nós estamos revitalizando a escola municipal, colocando de volta nos trilhos e o trabalho está sendo muito bem feito pelo professor Kleber Montezuma. Na saúde, nós vivemos o drama do subfinanciamento, mas não tenho a menor dúvida de que fizemos avanços no gerenciamento do sistema e avanços que vão trazer resultados para toda a população dentro em breve. Isso também vai acontecer na assistência social. Na área urbana, nós tivemos um momento crítico da cidade. Basicamente, o crescimento intenso de nossa economia nos últimos dez anos mudamos radicalmente o perfil da mobilidade urbana. Nós temos que preparar a cidade para outro tipo de modelo de desenvolvimento, voltado não para o transporte individual, mas para as pessoas. Isso exige a priorização do transporte coletivo. Estamos à véspera de uma profunda reforma urbana. Essa reforma passa necessariamente pelo processo licitatório das linhas de ônibus, passa pela implementação do Plano Diretor de Transporte Urbano. A implementação desse plano tem uma concepção adequada, sintonizada com a política nacional e que busca transformar o formato da cidade para que a cidade seja mais amigável com as pessoas.

Meio Norte ? Como está a licitação das linhas de ônibus?

Firmino Filho ? O processo licitatório está em andamento, está em sua fase final, as notas relacionadas à parte técnica e à parte operacional já estão sendo computadas. Da nossa parte, eu posso garantir que o processo foi seguro e transparente e que abriu a oportunidade para todas as empresas participarem não apenas as daqui, como as de fora. Esse processo está andando de forma bastante segura e nós queremos que chegue ao final em agosto, que é o aniversário da cidade. A partir desse momento, eu, não tenho a menor dúvida, nós vamos ter uma relação contratual muito mais clara e transparente e muito mais madura no ponto de que podemos exigir das empresas operadoras.

Meio Norte ? Como está sendo seu trabalho de atrair empresas de fora e oferecer mais empregos?

Firmino Filho ? Temos avançado muito na área de serviços, especialmente em um polo de call center. No ano passado, no final do ano, nós fizemos uma legislação específica para incentivar a atração de empresas de call center para a cidade de Teresina. Nós já temos uma empresa em funcionamento com mais de 3 mil carteiras assinadas, especialmente para a nossa juventude, empregando jovens no mercado de trabalho. Temos uma segunda empresa, uma multinacional que vai se instalar na região do Dirceu, mas já está instalada no bairro São Pedro, na zona Sul, que vai gerar em torno de 5 mil empregos com carteiras assinadas e nós temos uma terceira empresa de Minas Gerais, que deverá se instalar na zona Norte de Teresina. Portanto, essa ação de atração de investimentos no setor de call center tem sido muito bem sucedida e tem resultados concretos para mostrar para a população.

Meio Norte ? São quantos empregos oferecidos?

Firmino Filho ? Temos 3 mil empregos da VipStar; 3 mil empregos da Alma Viva, que é a multinacional que vai se instalar no Dirceu e vai oferecer 5 mil empregos, está instalada provisoriamente no bairro São Pedro oferecendo 3 mil empregos. Você teria 6 mil empregos gerados e a empresa mineira deve se instalar na região do Mocambinho e vai gerar 5 mil empregos. A ideia, no final, é que as três, juntas, ofereçam 15 mil empregos, com 5 mil empregos cada. O processo de instalação é rápido, não tem muitos investimentos de infraestrutura, é basicamente infraestrutura e transporte. Acredito que até o final no ano, nós vamos ter essas três empresas.

Meio Norte ? Por que Teresina atraiu as empresas de call center?

Firmino Filho ? Basicamente por disponibilidade de mão de obra, segundo, por conta da qualificação da mão de obra e, terceiro, por conta dessa lei, que é benéfica na competição com as outras cidades do mesmo porte.

Meio Norte ? Quais são os resultados da informática na gestão das escolas?

Firmino Filho ? Nós estamos avançando com uma licitação para iniciar o projeto de tablets nas escolas, que vai ser feita neste segundo semestre e temos várias experiências interessantes como é a da frequência que foi feita na Escola Municipal Simões Filho, na qual os pais passam a ser avisados, por mensagens em seus celulares, da ausência ou presença de seus filhos na escola. Esse é um monitoramento on-line da presença da criança na escola, É um projeto interessante, que precisa ser levada para as outras escolas. Até o final do ano, 60 escolas municipais estarão usando esse programa. O interessante é que é uma tecnologia de empresa local.

Meio Norte ? Como a informática está sendo usada nas unidades de saúde?

Firmino Filho ? Na atenção básica, nós começamos com a construção de dez novas unidades básicas de saúde, hoje já licitamos e estamos começando a construção de 37 novos unidades básicas. Em suma, nós teremos no nosso mandato teremos a construção de 47 novas unidades básicas de saúde, além disso, nós temos a reforma e ampliação de 32 unidades básicas. Ou seja, nós vamos chegar no final de nossa gestão com quase todas as unidades básicas de saúde reformadas e ampliadas. 90% das unidades básicas de saúde foram recentemente construídas, reformadas ou ampliadas. Isso é fundamental para que possamos dar melhores condições de trabalho para as nossas equipes de saúde da família.

Meio Norte - Como funciona a experiência do monitoramento eletrônico dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que começou na Unidade de Saúde do Poti Velho?

Firmino Filho ? Nós estamos com o e-SUS sendo aplicado na Unidade de Saúde do Poti Velho, é o SUS Eletrônico. Ele praticamente é usado no atendimento da atenção básica de saúde, tem o prontuário eletrônico do paciente, a emissão dos encaminhamentos dos médicos feitos dentro do próprio sistema , a emissão da receitas dos remédios dentro do sistema e todos os procedimentos burocráticos relacionados à atenção básica e à consulta são completamente informatizados e fica esse banco de dados à disposição do sistema como um todo. Por exemplo, uma senhora grávida, ela vai ter todas as suas consultas pré-natais devidamente registradas. Quando ela tiver a programa de seu parto, ela vai poder checar todo o sistema de informática e não precisará mais a necessidade de papel. A pessoa vai ser atendida na urgência do Hospital do Dirceu e o médico vai consultar o prontuário dessa pessoa e vê toda a vida dela, se tem problema cardíaco, se tinha problemas de diabetes, resgatar todo o histórico daquele paciente. Todo paciente dentro desse sistema vai ter o seu prontuário eletrônico e fica disponível para todo o sistema público.

Meio Norte ? Como sua gestão está planejando para o futuro?

Firmino Filho ? Nós queremos derrotar a questão do subfinanciamento da saúde. É uma preocupação permanente nossa e queremos avançar na urgência, é um desafio que tem que ser vencido porque se ele não for vencido, a própria cidade vai ser refém dos gastos em saúde. Na área social, o nosso grande drama é esse: vencer o subfinanciamento da saúde.

Meio Norte ? Quais outras obras e projetos o senhor quer executar?

Firmino Filho ? São vários. Na área de mobilidade urbana, nós licitamos e escolhemos a empresa vencedora que vai fazer o projeto do rebaixamento da avenida Higino Cunha com a Joaquim Ribeiro; nós licitamos o projeto da Marginal Sul, que sai do Cefap e vai até o Portal da Alegria, margeando o rio Poti; nós temos a ponte da Gil Martins, que está sendo licitada, está na parte final; nós temos duas pontes, uma que faz a ligação da Universidade Federal do Piauí com a zona Norte; nós definimos o projeto da avenida Alaíde Marques, que faz a ligação da avenida Kennedy com a avenida Raul Lopes; nós temos a complementação da avenida Cajuína rumo ao conjunto Tancredo Neves. Mandamos fazer o projeto da ampliação da avenida Maranhão em direção ao Distrito Industrial. São obras importantes para a mobilidade urbana da cidade. E junto com isso, nós temos as obras que são do Plano de Transporte Urbano. Essas obras de mobilidade da cidade., não tenho a menor dúvida, trarão melhorias qualitativas na qualidade de vida da cidade, nós vamos ter melhoria na movimentação da cidade. Nosso objetivo é investir na cidade, nos quatro anos, R$ 1 bilhão. No ano passado, nós investimos R$ 140 milhões e este ano, nós vamos dar um salto para em torno de R$ 250 milhões e queremos manter esta média de R$ 250 milhões por ano. Essas obras vão gerar em torno de 5 mil a 8 mil empregos diretos.


Firmino Filho anuncia investimentos de R$ 1 bilhão em obras em Teresina - Imagem 1

Firmino Filho anuncia investimentos de R$ 1 bilhão em obras em Teresina - Imagem 2

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail