Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Jovem grávida quer sair de casa amaldiçoada

Jovem grávida quer sair de casa amaldiçoada

Após vender seu cabelo de 1,40 metro para um corretor de São Paulo, participar do programa de TV de Ana Hickmann e Brito Jr., e ganhar um enxoval para sua filha Ana Bella, que deve nascer nesta segunda-feira, a dona de casa Rosilene Rodrigues da Silva Machado, de 21 anos, ganhou de um empresário de Teresina material para reformar sua casa de taipa (argila com talos de palmeiras).

Ela, porém, não quer gastar o material de construção para reformar sua casa, no povoado Zuldão dos Camilos, na zona rural de União (61 km de Teresina), mas construir uma nova no povoado David Caldas, na zona rural do mesmo município, próxima da casa da mãe de seu marido, Evandro Ferreira da Silva, de 33 anos.

?Eu não quero ficar aqui e quero levar minha mãe e meu pai?, declarou Rosilene Rodrigues da Silva Machado, lembrando que a casa de sua família foi construída onde era um local de despachos de umbanda, com pedidos e feitiços de magia negra.

?Minha irmã, na quinta-feira para a Sexta-Feira Santa, parecia que estava incorporada por algum espírito, pegou uma pedra e bateu contra sua própria cabeça.

Dormiu com minha outra irmã e ficaram tão agarradas que sentiram dores no corpo, mas no dia seguinte não lembraram?, declarou Rosilene Rodrigues, que estava oferecendo seus cabelos por R$ 3,5 mil para a compra do enxoval de sua filha.

Ela ganhou de um lojista de São Paulo um enxoval que não custa menos de R$ 6 mil, que inclui berço, carrinho de bebê, bacia, fraldas, roupas, mesinha para o bebê se alimentar. ?A minha filhota vai ter o que eu não tive, um enxoval, uma bacia para banhar, um carrinho e roupas. Estou muito feliz e não quero que isso acabe?, falou Rosilene Rodrigues.

A mãe de Rosilene, Maria Rodrigues Machado, diz que a casa onde moram é realmente amaldiçoada por ter sido um local de despacho de umbanda. Ela conta que perto de sua casa surge uma luz como se fosse carregada por uma pessoa que vai se aproximando da casa da família e depois desaparece.

Maria Rodrigues Machado declarou que vive há 31 anos na casa e sua vida foi de tragédias, como quando suas filhas ainda crianças, Odalice Rodrigues Machado e Antônia Rodrigues Machado, perderam-se na mata e foram encontradas em outro povoado no lado oposto da floresta.

Maria Rodrigues diz que sua tragédia mais marcante foi o assassinato de sua filha Odalice Rodrigues Machado, que foi morta, estuprada e cortada em suas partes íntimas pelo marido, no Assentamento Morrinhos, em Goiás.

O marido de Odalice Rodrigues, irma de Rosilene Rodrigues da Silva, a matou, escondeu seu corpo, achado três dias depois, estuprou e degolou a filha do casal, uma criança, e seu comparsa, matou o filho do casal.

?Em um só dia perdi uma filha e dois netos, ainda crianças, queridos?, declarou Maria Rodrigues.






















Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar