Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Piauienses são presos acusados do crime de estelionato em Brasília

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu em flagrante na noite desta segunda-feira (13),  dois piauienses, naturais de Oeiras, acusados do crime de estelionato no Distrito Federal. Os homens foram identificados após dois meses de investigações e teriam feito, pelo menos, 29 vítimas.

O  jornal "Correio Braziliense" informou que, em rede social, o delegado Miguel Lucena anunciou a prisão em flagrante dos irmãos. 

Segundo a polícia, a dupla enganava as vítimas e compravam com falsas transferências bancárias celulares anunciados para venda. Os presos foram identificados como Evanilson de Lima Santana, de  30 anos, e Francisco das Chagas Santana da Rocha Filho, de  25 anos. 

A dupla foi presa por volta das 21h, após terem aplicado mais dois golpes. Segundo a polícia, os autores integram uma organização criminosa especializada na prática de golpes na compra de celulares pela internet. Eles negociavam a compra de aparelho e simulavam uma transferência bancária. 

Piauienses são presos acusados do crime de estelionato em Brasília

De acordo a policia, um terceiro membro do grupo ainda é procurado. Thiago Arielson Vasconcelos Monte, de 26 anos, ainda não foi localizado. 

O grupo encontrava anúncios da venda de celulares em sites da internet, contatavam as vítimas e marcavam encontros em locais públicos, após o expediente comercial (entre 17h e 21h).

Depois de analisarem os aparelhos, acertavam o valor da negociação e simulavam um agendamento de transferência bancária eletrônica para o dia seguinte, sob a alegação que não seria possível a realização da transação em razão do horário negociado. Acreditando que o pagamento seria realizado, as vítimas entregavam os aparelhos e somente percebiam o golpe no dia seguinte.

A operação responsável pela prisão dos estelionatários recebeu este nome tendo em vista a preferência dos autores por celulares da marca Apple.

A primeira parte desta operação resultou na prisão de outro criminoso que atuava de forma parecida, em fevereiro deste ano.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar