Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Polícia muda os métodos e bate recorde na prisão de traficantes

Polícia muda os métodos e bate recorde na prisão de traficantes

Polícia muda os métodos e bate recorde na prisão de traficantes

Na sexta-feira passada, um rapaz chegou a um comércio da rua São Jerônimo, na Vila Santa Bárbara, zona Leste de Teresina. Sem rodeios, se dirigiu Maria de Fátima dos Santos, a dona do estabelecimento, e pediu três trouxas de maconha. Foi atendido sem demora. Em seguida, o homem deu ordem de prisão à mulher. Ao mesmo tempo, dois carros do RONE estacionavam na frente do comércio, dando suporte ao primeiro policial que se passava por usuário de droga.

A prisão de Fátima ? e em seguida de seu sobrinho, Ivalde - era o desfecho de pouco mais de um mês de investigação realizada pelo serviço de inteligência da Polícia Militar, evidenciando uma mudança de métodos na PM, onde a inteligência ganha mais força nas ações contra as drogas. O resultado é um recorde de prisões no mês de maio: foram mais de 40 traficantes presos em flagrante, número que segue crescendo em ações como a da Vila Santa Bárbara.

Somente na ação da Santa Bárbara, foram recolhidas 98 trouxas de maconha e mais um tablete de 300 gramas, além de 150 pedras de crack e 200 gramas de pasta da droga. Todo esse material estava na casa de Fátima, já que o comércio funcionava como fachada do negócio e ponto de distribuição da droga.

No balanço geral, os números são expressivos: a quantidade de drogas apreendidas no mês passado é praticamente igual ao que foi apreendido em todo o ano passado. A tendência é que as prisões continuem, com o desmonte de bocas de fumo não apenas em Teresina, mas em cidades do interior. Essa mudança de rumo atende a uma cobrança formal do governador Wilson Martins, que desde o ano passado estabeleceu como prioridade o combate às drogas.

O trabalho tem resultados também por um outro aspecto: a sintonia entre as polícias Civil e Militar. O secretário de Segurança, Robert Rios, é claro: não se faz segurança cada um cuidando de si. Traduzindo: ou há uma integração de ações ou não se combate o crime organizado, que muda de cara a todo momento. Além disso, como frisa o comandante da PM, coronel Geraldo Rebelo, a repressão é só uma parte da ação, ganhando mais ênfase o setor de inteligência.

Precisamente por isso o setor de inteligência ganhou força dentro das Polícias Civil e Militar. Os recursos de comunicação são mais modernos, dando maior agilidade às investigações e maior dinâmica à integração entre os diversos setores das forças de segurança. Um trabalho silencioso é o treinamento de pessoal para este tipo de trabalho. Neste aspecto, o Ronda Cidadão tem sido determinante, como ouvido da comunidade e suporte no monitoramento policial.

Nesse treinamento, a forma de abordagem é determinante. As prisões na Vila Santa Bárbara foram realizadas a partir da ação de agentes do RONE disfarçados de consumidores de drogas. ?A Polícia está junto da comunidade, procurando protegê-la da melhor forma?, diz o comandante do RONE, Capitão Fábio Abreu.

Maio registra recorde de prisões de traficantes

A Polícia Civil do Piauí prendeu, em flagrante, mais de 40 traficantes de drogas no Piauí, no mês de maio. Parte dessas prisões foi efetuada em operações concentradas no Sul do Estado, especialmente nas regiões de Baixa Grande do Ribeiro, Piracuruca, Pedro II e Teresina.

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, James Guerra, tais prisões são decorrentes do esforço concentrado das polícias Civil e Militar no combate ao tráfico. "Reforçamos o combate, conseguimos grandes apreensões e efetuamos prisões relevantes", assinala o delegado.

No dia 1º de maio, na cidade de Pedro II, foram apreendidos mais de 100 quilos de maconha. Na oportunidade, a PC recebeu informações prestadas de forma anônima, identificando veículo automotor que continha o entorpecente.

No dia 23 maio, por sua vez, foi deflagrada, na Vila Bandeirantes, em Teresina, uma operação integrada pela Polícia Civil, sob a coordenação do delegado Menandro Pedro Lopes da Luz (titular do 25º Distrito Policial da capital), e pela Polícia Militar, por meio de uma equipe da Rone, sob o comando do capitão Fábio Abreu. Naquela oportunidade, foram apreendidos mais de 5.000 papelotes de cocaína.

Na Operação Nômades, em Piracuruca, foram apreendidos dois quilos de droga: um quilo de cocaína na forma de crack e outro quilo de maconha.

Na operação realizada na última semana de maio, em Ribeiro Gonçalves, foram encontrados e destruídos 100 mil pés de maconha, a maior apreensão da droga já registrada no Piauí.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar