Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Prefeitura divulga que não vai seguir flexibilização do Estado

O secretário de Governo, Fernando Said, em sua mensagem, veiculada na tarde de domingo (7), divulgou  dois posts do governador Wellington Dias (PT), no Twitter,   informando que , segundo orientação do Comitê de Operações Emergenciais para Covid-19 (COE), autorizou a flexibilização do isolamento social, e o vídeo do prefeito Firmino Filho anunciando que só reabre o comércio na capital piauiense após duas semanas de queda de novos casos e mortes por Covid-19. 

Wellington Dias anunciou que flexibilizou o isolamento social no Piauí para os setores de serviços médicos, psicólogos, fisioterapia,  fisioterapia ocupacional e atividades econômicas de baixo impacto epidemiológico como construção civil e setor automotivo.

"Isso só é possível graças a uma tendência de redução do número de infectados e a um aumento do número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a partir da chegada de mais respiradores para o Piauí. Mas toda a retomada quando autorizada , deve ser gradual e segmentada", afirmou Wellington Dias. 

O secretário de Governo,  Fernando Said, contrapôs as mensagens do governador Wellington Dias, ao divulgar o vídeo do prefeito Firmino Filho (PSDB) anunciando que só vai reabrir o comércio em Teresina,  após o cumprimento de sete metas, entre elas , a queda de novos casos e mortes por Covid-19 durante duas semanas; à taxa de desocupação de 30% de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs)  e de leitos de observação de pacientes com Covid-19; e de realização de mil testes rápidos para coronavírus. 

No vídeo divulgado, no sábado (6), o prefeito de Teresina, Firmino Filho elencou sete critérios para a reabertura do comércio na capital piauiense.

“Teresina começa a construir sua abertura para a nova normalidade, mas para isso acontecer é preciso cumprir algumas metas”, falou  Firmino Filho, ao listar os sete critérios para flexibilizar o comércio na cidade:

  • 1- Monitorar a taxa de transmissão da doença 
  • Segundo o prefeito, a redução dessa taxa só é possível com distanciamento e isolamento social  
  • 2 -Reduzir número de internações
  • Firmino explicou que se a queda se mantiver por duas semanas  seguidas , o sistema de saúde passa atender sem risco de entrar em colapso 
  • 3- Diminuir o número de  mortes
  • A redução diária de casos de morte é sinal positivo de recuperação de pacientes internados 
  • 4-  Avaliar capacidades dos leitos de observação e de enfermaria 
  • É necessário que pelo menos 30% desses leitos estejam disponíveis
  • 5 - Avaliar capacidade dos leitos de UTIs
  • É preciso que haja disponibilidade de pelo menos 30% de leitos de UTI antes da reabertura 
  • 6-  Fortalecer  a capacidade de diagnóstico
  • Firmino ressalta que testar as população é a melhor forma de conter a disseminação do coronavírus. O prefeito acredita que é preciso realizar , no mímino, mil testes por dia para poder realizar a reabertura econômica de forma segura 
  • 7- Ampliar capacidade de rastreamento de contatos
  • O prefeito explica que é preciso ter  uma força tarefa de 520 agentes treinados para o  rastreamento de contato. Para Firmino, esse rastramento é um controle seguro para estancar o contágio do coronavírus



Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar