mais

Quatro traficantes de drogas são condenados a até 10 anos de prisão

O juiz da 7° vara criminal Almir Abib Tajra Filho, condenou 4 traficantes de drogas a até 10 anos de prisão

O juiz da 7° vara criminal Almir Abib Tajra Filho, condenou 4 traficantes de drogas a até 10 anos de prisão em regime fechado em Teresiina. Três homens irão pagar a pena na Penitenciária irmão Guido e uma mulher na Penitenciária Feminina. Foram condenados José Hilton Rocha da Silva, condenado a 10 de prisão; Klebert Pereira dos Santos e Silva, condenado a 10 anos de prisão; Joselito Francisco da Silva Sousa, condenado a 10 anos de prisão e Ana Cleide de Carvalho, condenada a 8 anos de prisão.

Os traficantes foram presos quando policiais militares foram da cumprimento de mandado de prisão em nome de José Hilton Rocha e como havia informações de que Hilton possuía vários endereços, os policiais na companhia do delegado Jorge Clei saíram em diligência de cumprir o mandado. Ao chegarem na Quadra 32, do Conjunto Nova Theresina, na zona norte da capital, foi abordado um veículo Gol, de placa LVR-3460 e no interior do automóvel estavam os três traficantes condenados. Dentro do veículo foram encontrados um tablete e uma porção menor de maconha acondicionada em plásticos pesando um 1 quilo e 185 gramas, além de 1.536 mil, um canivete suíço e aparelhos celulares.

Os policiais então seguiram para o endereço onde foi encontrado dois rádios de comunicação e mais um tablete de maconha. Os militares seguiram ainda para outro endereço na rua Acesio Monteiro, no bairro Planalto Ininga, na zona Leste de Teresina, onde foi encontrado 5 trouxas de maconha, um tablete pequeno de maconha, 17 trouxinhas acondicionadas em plástico, 30 trouxas de cocaína, pensando 10 gramas, um recipiente de plástico para fermento químico contendo uma substância em pó branco, além de R$ 700 em cédulas, sendo preso neste endereço Ana Cleide de Carvalho.

Na mesma rua, onde havia outra suposta residência de José Hilton, foi encontrado o documento de identificação do traficante, além de trouxas de maconhas, uma balança de precisão, um notebook, joias e celulares. 17 trouxinhas e pedras de crack pesaram, respectivamente, 3 gramas e 80 gramas.

Ana Cleide de Carvalho já possuía um mandado de prisão temporária em processo de apuração de homicídio qualificado. A traficante disse que era doméstica e que não era traficante e nem usava drogas e que sua filha mora com a avó em Esperantina, ela afirmou que ganhava um salário mínimo e que os objetos encontrados na sua casa eram de pessoas que estavam hospedados em sua residência e só conhecia os outros presos de forma superficial.

José Hilton Rocha da Silva disse que já foi preso 3 vezes e que foi condenado por assalto e as outras duas foram por acusações de homicídios, mas que não era verdadeiras. Ele acrescentou que não é usuário de drogas e conhece Joselito Francisco da Silva desde a infância por que moram no mesmo bairro e só havia conhecido os outros acusados há pouco tempo.

Klebert Pereira disse que é mestre de obra, responde por 8 processos criminais, uns por porte ilegal de arma, outro por tentativa de homicidios, mas que as acusações não eram verdadeiras e que o Gol que estava é de seu sobrinho e só estava passeando com os amigos. Joselito Francisco disse que é pintor e já foi preso outras vezes e que Klebert Pereira tinha passado na sua casa para deixar um dinheiro na casa de sua irmão.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail