Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Sem receber salários, motoristas e cobradores paralisam ônibus em THE

Atualizada às 18h16

Os motoristas e cobradores paralisaram os ônibus na tarde de sexta-feira (05), nos terminais de passageiros das Praças da Bandeira e Saraiva, localizadas no centro de Teresina.

O motorista de ônibus Luís Célio disse que o protesto é contra a falta de pagamento de seus salários desta sexta-feira (5), o quinto dia útil, dada para o pagamento da remuneração dos empregados, de acordo com a legislação trabalhista. Segundo ele, a Prefeitura de Teresina pagou o tiquete-alimentação, que estava atrasado há dois meses, mas as empresas não pagaram seus salários.


Em entrevista ao Meionorte.como líder do movimento, Cândido Pessoa, contou que a manifestação vai até às 18h, quando os ônibus serão recolhidos para suas respectivas garagens. Ele informou ainda que a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS) já cadastrou veículos alternativos para fazer a locomoção dos passageiros que ficaram nos pontos de ônibus.

“Estamos aqui concentrados e vale até às 18h, quando iremos voltar com os carros para garagem. A Strans já vai enviar os alternativos para pegar as pessoas que estão nas paradas, inclusive acabou de passar um aqui. O salário do dia 05 agora não foi pago e estão se recusando a pagar. Não há previsão e possibilidade de pagamento”, disse Cândido Pessoa.

Em nota, a Strans informou que para suprir a necessidade dos usuários de transporte público em Teresina, durante a paralisação dos motoristas e cobradores, foram acionados quase 200 motoristas cadastrados e afirmou que a paralização dos servidores não tem relação com o município, pois a Strans não se envolve em questões trabalhistas.

Confira a nota na íntegra

A STRANS informa que, diante da paralização de motoristas e cobradores na data de hoje (05), já acionou os motoristas cadastraria para suprir a necessidade dos usuários. 

O superintendente da STRANS já comunicou a paralização a Procuradoria Geral do Município para avaliar as questões jurídicas do caso. 

A diretoria de Transporte Público já acionou os quase 200 motoristas cadastrados para circular.

De acordo com o superintendente da STRANS, a paralização que começou agora a tarde não tem relação com o município e a STRANS não se envolve em questões trabalhistas.

Categoria prevê paralisação para segunda (08)

Uma nova greve dos trabalhadores do setor de transporte coletivo urbano pode acontecer na próxima segunda-feira, 08 de fevereiro, por tempo indeterminado em Teresina. A categoria decidiu pelo movimento durante uma assembleia geral extraordinária realizada no dia 26 de janeiro, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (SINTETRO).

O setor prevê a paralisação caso as empresas não cumpram o Termo de Compromisso firmado entre SINTETRO e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT), referente ao pagamento do salário dos trabalhadores de forma integral, que entre eles estão: Motoristas R$2.028,22,  Cobradores R$ 1.188,87, Fiscais/Despachantes R$ 1.337,68. 

 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push
<