Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Semana Nacional da Conciliação tem 2 mil audiências agendadas no TJ-PI

A Semana Nacional da Conciliação 2020, que tem início nesta segunda-feira (30) e segue até o dia 4 de dezembro, conta com cerca de 2 mil audiências agendadas no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI). Por conta da pandemia de Covid-19, esta edição da SNC será realizada integralmente por meio virtual. A SNC é promovida anualmente, desde 2006, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais brasileiros e integra o Movimento pela Conciliação. Este ano a campanha tem como tema “Conciliação: menos conflito, mais resultado”, e busca mostrar como o método de solução de conflitos pode gerar acordos que priorizam as condições das partes, reduzindo desgastes financeiros e emocionais.

De acordo com o desembargador Olímpio Galvão, coordenador estadual da SNC, foram pautados quase 1.800 audiências referentes a processos de execução fiscal envolvendo a Secretaria Estadual de Fazenda; mais de 170 envolvendo a Caixa Seguradora; e quase cem audiências de processos que têm a Equatorial Piauí como parte, por exemplo. Ao todo, a Coordenação Estadual da SNC 2020 montou 13 salas de videoconferências para a realização das audiências previstas.

Semana de Conciliação 2020 será on-line-Foto/Divulgação

“A adesão à SNC 2020 foi excelente, especialmente com a novidade da inscrição de processos, por partes e advogados, via formulário on-line. Nossa expectativa é de êxito. Notamos que a cultura da mediação e da conciliação está evoluindo muito. As partes estão aderindo e percebendo que solucionar um conflito no início é muito melhor que a demanda judicial”, declarou o desembargador Olímpio Galvão.

Durante  a SNC, também é possível realizar a conciliação pré-processual ou informal, que ocorre antes de o processo ser instaurado, e o próprio interessado busca a solução do conflito com o auxílio de conciliadores. Alguns dos conflitos que podem ser resolvidos por meio da conciliação são: pensão alimentícia, divórcio, inventário, partilha, guarda de menores, acidentes de trânsito, dívidas em bancos ou financeiras e problemas de condomínio, entre outras situações.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar