Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Traficantes de droga são condenados em Teresina

Traficantes de droga são condenados em Teresina

O juiz da 7ª Vara Criminal de Teresina, Almir Abib Tajra Filho, condenou Josué Sérgio do Nascimento a 10 anos e 6 meses de em regime fechado por tráfico de drogas na Penitenciária Irmão Guido.

Josué Sérgio foi preso em flagrante na Vila Moçambique, em Teresina, acompanhado de Benedito Gomes da Silva, que foi absolvido por Almir Abib Tajra Filho da acusação de tráfico de drogas.

As prisões de Josué Sérgio e Benedito Gomes foram feitas por policiais militares que estavam fazendo rondas, quando ao passarem pela Vila Moçambique avistaram Josué Sérgio, momento em que ele empreendeu fuga entrando em outra casa.

Diante da atitude suspeita, os policiais seguiram Josué Sérgio e o encontraram com um revólver calibre 38 com seis cartuchos, 49 trouxas de crack, maconha e R$ 327,00.

Após a prisão de Josué Sérgio, os policiais foram informados por populares sobre a possibilidade da existência de drogas na residência de onde Josué havia fugido. Na casa, os policiais encontraram Benedito Gomes da Silva e realizaram buscas na residência, onde encontraram maconha, além de um frasco contendo pólvora.

Josué Sérgio e Benedito Gomes foram levados para Central de Flagrantes.

O juiz também condenou João Araújo da Costa a 4 anos e 2 meses de prisão por tráfico de drogas.

João Araújo foi preso por policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar, no bairro Cacimba Velha, na zona Rural de Teresina, após abordagem de rotina.

Os policiais entraram em uma residência após a fuga de João Araújo e fizeram revista minuciosa. Eles encontraram no local 9g de crack e 1g de maconha. O crack estava distribuídos em 41 invólucros, debaixo de um coxão, onde também foi encontrada maconha, munição de pistola e duas munições de uso restrito do exercito, além da quantia de R$ 346,00.

João Araújo da Costa negou que fosse traficante e disse que foi torturado para confessar o crime na Central de Flagrantes. Ele foi condenado a cumprir sua pena em regime fechado na Penitenciaria Irmão Guido.












Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar