Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Universidade Aberta chega a 5 mil estudantes

José Felipe de Oliveira se locomove com cadeira de rodas, por ter tido na infância mielomeningocele e hidrocefalia. Mas isso não o impediu de estudar. Hoje ele faz o curso de Administração na Universidade Aberta do Piauí (Uapi), da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), e mantida pelo Governo do Estado, no município onde nasceu, Jatobá do Piauí (136 km de Teresina). Estudar em casa e perto de sua residência só é possível porque existe um Polo da Universidade Aberta do Piauí em sua cidade.

José Felipe estuda em casa em seu computador e vai aos sábados, a cada 15 dias, acompanhar as aulas que são ministradas em Teresina e veiculadas em aparelho de TV em uma Unidade Escolar.

Crédito:Efrém Ribeiro

“Eu não poderia estudar em uma universidade em outra cidade. Ficaria muito complicado. Na Uapi, fica muito mais fácil”, afirmou José Felipe, um dos 5 mil estudantes de educação a distância.

“Eu fiquei muito feliz quando a Uapi chegou aqui e me interessei. Fiz o vestibular, fui até a cidade de Campo Maior fazer a prova e, graças a Deus, estou junto com meus colegas de curso superior”, declarou José Felipe de Oliveira.

Ele conta que tem aulas presenciais a cada 15 dias, aos sábados. 

“Para mim, o curso assim é melhor. Se não fosse assim, seria difícil fazer o curso”, declarou José Felipe, que mora a dois quilômetros do Polo da Uapi de Jatobá do Piauí.

Ele afirmou que estuda em seu quarto ou em qualquer outro cômodo da casa e faz trabalhos através do computador.

José Felipe começou a estudar na Uapi no ano passado, mas tinha concluído o Ensino Médio em 2015. Ele falou que não fez o vestibular imediatamente porque não encontrou uma oportunidade para cursar o ensino superior.

Turma da Uapi em Jatobá do Piauí é de 45 universitários

A turma da Uapi, em Jatobá do Piauí, tem 45 universitários, que cursam o Bacharelado em Administração a    distância em uma plataforma da Uespi e aulas presenciais, quando assistem aos professores em uma tela de TV, na Unidade Escolar Professor Francisco Luiz de Oliveira.

A diretora do Polo da Uapi, em Jatobá do Piauí, Elizângela Oliveira, afirma que os estudantes do município que têm boas condições financeiras vão estudar em Teresina, a capital, ou Campo Maior, o município mais próximo, e cursar o ensino superior.

Diretora do Polo da Uapi, em Jatobá do Piauí, Elizângela Oliveira



Conforme Elizângela Oliveira, os estudantes do ensino a distância encontraram na Uapi uma janela para cursarem o ensino superior na própria cidade.

“As aulas da Uapi são ministradas através do Canal Educação. A cada 15 dias, tem uma aula telepresencial, em um aparelho de TV com aulas transmitidas, ao vivo, de Teresina, e através da plataforma digital, com direito a um tutor, que acompanha as atividades dos alunos”, afirmou Elizângela Oliveira.

Segundo ela, as dúvidas dos estudantes são apresentadas, no chat, durante as aulas telepresenciais do Canal Educação.

O Polo da Uapi dá o suporte para os alunos durante as aulas ao vivo.

Na maioria dos cursos de ensino a distância tem tutores presenciais, com mediação tecnológica. As notas de novos alunos são boas e poucos alunos ficam para a prova final”, explica Elizângela Oliveira.

De uma turma de 45 universitários, apenas 8 foram para a prova final.

Uespi oferece 20 cursos de graduação e pós-graduação

A Uespi oferece 13 cursos de pós-graduação lato sensu em 15 municípios e 7 cursos de graduação  na modalidade Ensino a Distância (EAD), em 35 polos de todas as regiões do Piauí, oportunizando a educação para todos. Atualmente, o Nead tem quase mil alunos em diferentes cursos.

“Esta modalidade faz-se necessária, uma vez que promove inclusão daqueles que precisam trabalhar para ajudar ou mesmo prover o sustento da família”, assim define a egressa do Núcleo de Educação a Distância (Nead) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Conceição Pinheiro.

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), o número de vagas ofertadas no ensino superior a distância no Brasil, em 2018, superou as do ensino superior presencial pela primeira vez na história. A Uespi, por meio do Nead, é parceira do projeto e trabalha no funcionamento pedagógico da Universidade Aberta do Piauí (Uapi), que oferta curso de Administração a distância em 120 municípios, atingindo 5 mil alunos.

A Uapi atua na oferta de cursos superiores apoiados em metodologias que utilizem as tecnologias de informação e comunicação e é referência na área de EaD. O diretor-geral do Nead, professor Franklin Oliveira, destaca os resultados positivos que os cursos trazem. “Nós temos alunos que passam em mestrados, concursos públicos e expandem bastante sua carreira profissional após os cursos. A educação a distância é importante pela oportunidade que dá às pessoas que, por diversos motivos, não podem fazer o curso presencial. É nosso papel como instituição oferecer essa educação de qualidade à população e oportunizar possibilidades positivas no presente e no futuro profissional de todos que nos procuram”, pontua Oliveira.

Crédito: Efrem Ribeiro

A Emanuela Rodrigues cursou Administração Pública no polo de Oeiras e disse que a Uapi mudou sua vida. “O ensino a distância foi de grande valia, uma vez que não disponibilizava de tempo devido minha carga horária no trabalho. O EaD me proporcionou estudar em casa nas horas vagas. Fiz o curso pensando em mudar de profissão e estou batalhando para isso. O curso bacharelado em Administração Pública está abrindo portas no campo de trabalho. Atualmente, sou técnica administrativa pela empresa de terceiro setor Sesc Oeiras e cada dia que passa me apaixono ainda mais por esta profissão”, conta a administradora.

Para o diretor do Nead/Uespi, os dados comprovam a excelência do ensino a distância, reforçam a importância de uma modalidade inclusiva, que abre portas para uma qualificação superior, por isso pontua para a necessidade dos governos brasileiros reavaliarem os investimentos feitos em todas as modalidades de ensino.

“A educação, em qualquer das modalidades, precisa ter qualidade, e isso passa pela formação dos docentes, pelos investimentos e, primeiramente, pela oferta dos cursos, por isso, lamentamos, recentemente, o cancelamento de um vestibular pela Capes, que justificou falta de recursos financeiros. Lamentamos, porque a educação é o maior investimento que uma pessoa pode fazer por ela mesma. Esse investimento em educação precisa ser garantido para todos”, finalizou Franklin Oliveira.


 Estudante de Administração quer criar empresa de eventos

A dona de casa Francisca de Carvalho Oliveira começou a estudar o curso de Administração da Uapi, em Jatobá do Piauí, no segundo semestre do ano passado. Ela disse que escolheu o curso de Administração porque é muito bom e é uma oportunidade de aprender para abrir sua própria empresa.

“Nós não tínhamos oportunidade de fazer curso superior e agora apareceu a oportunidade e é um curso muito bom”, afirmou Francisca de Carvalho, que trabalha como auxiliar de serviços gerais.

Crédito: Efrém Ribeiro

Ela lembra que fez o concurso para serviços gerais, em que foi aprovada porque exigia o Ensino Médio como escolaridade, e percebeu que para conquistar um emprego melhor e mais qualificado teria que ter o curso superior.

Francisca de Carvalho Oliveira trabalha como auxiliar de serviços gerais em uma Unidade Escolar e se empolgou com o ambiente acadêmico, com os estudantes, e resolveu fazer curso superior.

Francisca de Carvalho Oliveira concluiu o Ensino Fundamental em 2003 e parou com os estudos porque foi cuidar da família e da casa.

Em 2013, Francisca de Carvalho retomou os estudos para cursar o Ensino Médio durante a noite e parou de novo porque não podia cursar o ensino superior fora de Jatobá do Piauí. Em 2017, ela soube do vestibular da Uapi e pensou em fazer porque iria estudar em sua cidade e perto de sua casa.

Francisca de Carvalho está pensando em implantar, em Jatobá do Piauí, uma empresa de promoção de eventos.

“Quero ter uma empresa de promoção de festas de aniversário e quero crescer a partir daí”, falou Francisca de Carvalho. (E.R.)

Estudante quer montar fábrica de produtos feitos com macaxeira

José Felipe tem planos para quando concluir o curso de Administração: quer abrir uma empresa. Seu desejo é implantar uma fábrica de produtos feitos com macaxeira, plano que apresentou em um Seminário.

Crédito: Efrém Ribeiro

“Quero construir uma fábrica com tudo o que dá para fazer com a macaxeira. Quero fabricar produtos alimentícios, como farinha, bolos, biscoitos, vários cardápios que são possíveis fazer com a macaxeira”, afirmou José Felipe, adiantando que os agricultores plantam macaxeira em suas roças com regularidade, porque é uma planta resistente à seca e é possível plantar o ano inteiro. 

José Felipe de Oliveira é órfão de mãe, que morreu quando ele tinha nove anos. (E.R.)



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto