mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

WD diz que Rosa Weber segue Constituição para que governador não vá a CPI

Wellington Dias afirma que Rosa Weber seguiu a Constituição ao autorizar que governador do Amazonas não compareça à CPI da Covid

O governador Wellington Dias (PT) disse, na quinta-feira (10), afirmou, após  reunião comunidades terapêuticas, que a ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) , Rosa Weber, seguiu a Constituição a autorizar que o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), a não comparecer à CPI da Covid. 

Wellington Dias declarou que os governadores não querem evitar a CPI, mas esperam serem convidados e não convocados. 

"Fiz  parte do parlamento e conheço boa parte dos membros da CPI . Pedimos para transformar de convocação, que é uma medida coercitiva, para convite. Isso para comparecermos. Queremos ir lá e colocar a verdade e esclarecer sobre o estado, a região Nordeste e o país. A informação é que se abriu uma discussão em razão da decisão da ministra. Já era esperada. É porque essa é a posição da Constituição. É a Constituição  que diz que nesse caso há necessidade de prerrogativas como essas. É na forma da lei, não pode ser atropelando a legislação”, disse Wellington Dias.

O governador Wellington Dias vai depor na CPI da covid dia 30O governador Wellington Dias vai depor na CPI da covid dia 30

Wellington Dias disse  que ainda não recebeu nenhuma notificação. “Ainda não recebi a notificação. Tivemos o presidente da comissão. Ele tinha feito  essa marcação para o governador do Amazonas.  Ele anunciou em uma sessão que teria um cronograma, mas não chegou. Foram suspensas as oitivas presentes para essa semana. Fui lá em abril e disse que queria comparecer. Ninguém quer fugir disso. O que queremos é uma prerrogativa constitucional. Se se cria um precedente como esse, qualquer CPI pode convocar presidente da República, parlamentar, qualquer autoridade. Exatamente para evitar bagunça, a Constituição fez uma regra adequada”, afirmou.

Wellington Dias falou da expectativa do recebimento das doses da vacina Sputnik V, da Rússia.

Pelo fato da Anvisa ter autorizado apenas 1%, será necessário uma alteração contratual. 

"Estamos tratando  do regramento. Precisamos chegar a um entendimento. Devemos fechar hoje. Temos que fazer uma alteração contratual. Pelo contrato vigente teríamos que receber, agora, 10 milhões de doses e tratar de 7 milhões que já eram para terem sido recebidas em abril e maio. Pela forma como a Anvisa aprovou, só vamos receber só primeiro lote o equivalente a 1%. Com base nisso fazemos a regra do aditivo. Acredito que na próxima semana teremos a solução e o recebimento me", disse. 

Wellington Dias falou  que até outubro a população entre 18 a 60 anos deve ser vacinada no estado, com pelo menos a 1º dose. 

"O teste será em um município. Fizemos uma parceria com a Fiocruz, com as universidades  do Piauí. Eles vão escolher o município  para a pesquisa. Isso é uma situação a parte. Já aprovamos autorização da vacina da sessões de 18 a 60 anos. Isso até outubro. Com pelo menos a primeira dose. A vacinação reduz adoecimento e óbitos”, declarou Wellington Dias.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail