Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Áudio de Deolindo dizendo que vai segurar projeto do Uber polemiza

O assunto foi repercutido durante o quadro de hoje.

Na edição do quadro Jogo do Poder dessa terça-feira (04/12), no programa Agora, composto pelos jornalistas Amadeu Campos, Arimatea Carvalho, Efrém Ribeiro e Ananias Ribeiro  os profissionais explanaram sobre os principais pontos dos bastidores da política.

Lindomar Castilho anuncia novo concurso para a Polícia Militar do Piauí

Arimatea Carvalho: “O comandante geral da PM, coronel Lindomar Castilho não tem uma boa notícia para quem fez o último concurso e estava na expectativa de ser chamado. O edital previa 400 chamados, eles foram chamados, alguns foram ficando nas cinco etapas e 80 classificados foram chamados. O coronel disse hoje que não tem mais como chamar ninguém do concurso atual, vai ser feito um novo concurso depois que o governador aprovar a reforma na Assembleia Legislativa em fevereiro. Primeiro a eleição da presidência da Assembleia, depois a reforma, depois o concurso da PM”.

Segundo o comandante, cerca de 500 policiais vão sair dos órgãos e ir para as ruas. “Nós tivemos uma audiência pública no TCE  muito proveitosa, imaginamos que no começo do ano de 2019 teremos um acréscimo desse pessoal retornando para os quartéis. Hoje nós temos 765 policiais nos órgãos, a ideia é ficar pouco mais de 250, a conversa está bem adiantada, cada chefe de poder entendeu exatamente essa necessidade e nós estamos confiantes, o governador do estado também está confiante e com certeza vamos ter esse acréscimo no policiamento dos batalhões para 2019. Também tivemos a oportunidade de conversar com o governador em relação a novos concursos para o ano de 2019, ele está em um momento de reforma administrativa mas com certeza tão logo ele apresente essa reforma no próximo ano ele vai autorizar a realização de outro concurso porque no último nos já chamamos todos os aprovados e classificados, então não há mais ninguém a ser chamado, temos que realizar um novo concurso, temos 67 candidatos que foram perdendo nas fases mas judicializaram e poderão assumir desde que o judiciário julgue as ações”, afirmou o coronel.


Arimatea Carvalho: “Só se conseguir via judicial, já tem quase 70 processos mas nenhum foi julgado ainda, o procurador geral do Estado, Plinio Clerton, decidiu só se manifestar se o estado perder alguma dessas causas, o Estado disse que não vai perder que está bem sustentado pelo edital do concurso e agora é estudar para o próximo concurso. E 500 policiais vão as ruas a partir dessa minuta que vai ser entregue para o governador na próxima semana”.  

Ananias Ribeiro: “Há claramente uma união de esforços de vários órgãos isso tudo sob o olhar do Tribunal de Contas do Estado, é fazer com que a necessidade da rua seja tida como prioridade,  a população de fato quer ver o policiamento, precisa dele, o aumento da violência tem exigido isso”.

Obras de construção do viaduto da rotatória do Mercado do Peixe está prevista para começar em 5 dias

Jornalista Efrém Ribeiro conversou com o senador Elmano Férrer: “Nós assinamos a ordem de serviço para inicio da construção de um viaduto, o viaduto da BR-343 na frente do Mercado do peixe. Viaduto da mais alta importância com extensão de 120m de comprimento por 22m de largura e vai contribuir muito para a melhoria da mobilidade urbana de Teresina, já tem cinco dias para iniciar o canteiro de obras e começar, a obra é avaliada em torno de 12 milhões. A obra toda vai demorar dois anos e o viaduto sete meses”.   


Deolindo Moura diz que pediu vistas no projeto de regulamentação do transporte por aplicativos

Efrém Ribeiro: “O vereador Deolindo Moura afirmou que a regulamentação do Uber só será votada na terça-feira, ele pediu vistas do projeto já que é o presidente da Comissão de Transportes. O que está problematizando é as regras da prefeitura de quantidade de motoristas, idade da frota e placas que tem que ser de Teresina”.

“Nós fizemos um pedido de vista conjunto na Comissão de Transportes, a comissão que eu presido. Vamos reapreciá-lo na quinta-feira porque nós tivemos na Comissão de Legislação e Justiça algumas alterações, o fato é que nós queremos garantir que na terça-feira em comum acordo com os vereadores ele esteja no plenário para votação. Os três pontos continuam ainda em apreciação a questão do quantitativo, idade dos veículos e emplacamento de Teresina, o que nós não podemos ter é um projeto que é tão ruim assim para esses motoristas , temos que garantir que todos possam continuar trabalhando”, falou Deolindo Moura.

Amadeu Campos: “Tem que votar esse ano, o recesso começa dia 20, se não votar fica para o próximo ano. Porque o que eu estou percebendo é que vai se empurrando com a barriga para não votar esse ano, ficando para 2019 prejudica o atual ou pode ser um novo?”

Arimatea Carvalho: “O projeto atual só é prejudicado se ele for rejeitado no plenário, uma vez que se ele não for apreciado agora vai ser apreciado quando o ano legislativo for apreciado no próximo ano  a não ser que o prefeito Firmino por iniciativa própria diga que reavaliou e vai apresentar outro projeto. O vereador Deolindo Moura já vinha sinalizado que ia pedir vistas desse projeto, semana passada vazou um áudio de conversas dele com os motoristas de aplicativo, onde ele afirmava que ia segurar o projeto quando chegasse na Comissão de Transportes.

Confira a transcrição do áudio do vereador Deolindo Moura para um líder de motorista de aplicativo:

“Bom dia amigo *****, bom dia a todos os amigos trabalhadores do transporte por aplicativo, estou aqui agora com *****, o projeto hoje se encontra na Comissão de Constituição e Justiça a previsão é que seja votado na quinta-feira agora por isso é importante que haja as mobilizações, posteriormente ele vai seguir para a minha comissão que é a de transporte e nós colocamos hoje é que nós, se não tiver outra alternativa, iremos tentar segurar um pouco mais o projeto através de pedidos de vistas, esgotar todos os recursos, para que a gente possa estar em diálogo com todos os vereadores para que eles possam votar com mais independência e altivez daqueles que representam a sociedade. Vamos tentar segurar o máximo possível para que a gente possa fazer as modificações necessárias para manter todo mundo trabalhando, porque hoje a proposta que veio da prefeitura é diminuir para dois mil trabalhadores por aplicativo na cidade, isso já é concreto e nós estamos tentando reverter essa situação agora, eles quebraram um acordo no que diz respeito aos oito anos de uso do carro e dois anos de carência para seis anos e dois anos de carência então vamos tentar reverter essa questão também. Vamos tentar segurar se puder até o ano que vem para que a gente possa esgotar todos os tipos de negociação na Câmara Municipal”, falou Deolindo no áudio.

Amadeu Campos: “É uma estratégia regimental, não tem nada demais no áudio. Agora esse de 2 mil para 7 mil é grande a diferença, esse ponto é o que vai dar votação em plenário, não vai ser acordo”.

Arimatea Carvalho: “A divulgação desse áudio irritou alguns taxistas”.

Efrem Ribeiro: “Ele está sendo coerente, é uma atitude que a sociedade está aceitando”.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar