mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Funcionários de restaurantes terão auxílio de R$1.000 no Piauí

A Informação foi confirmada via redes sociais.

O Governo do Estado do Piauí, através do secretário estadual da Fazenda, Rafael Fonteles, anunciou que restaurantes terão auxílio de R$1.000 para funcionários do setor. A medida leva em consideração o lockdown estabelecido pelo governo, que proíbe o serviço não essencial de quinta a domingo, além dos grandes impactos que o setor alimentício vem sofrendo com relação à pandemia do novo coronavírus.

A medida vai beneficiar garçons, gerentes e demais trabalhadores do ramo de restaurantes, bares e eventos. "O momento exige ações que diminuam os impactos da pandemia, preservando vidas, empregos e principalmente a esperança dos piauienses. Para reduzir os efeitos gerados pela crise sanitária, o Governo do Estado do Piauí vai conceder auxilío financeiro de R$ 1.000,00 aos trabalhadores dos setores de bares, restaurantes e eventos. Além disso, serão facilitados os pagamentos das obrigações fiscais das micros e pequenas empresas e serão ampliadas em R$ 50 milhões as linhas de financiamento da Agência de Fomento do Estado para que micro e pequenos empreendedores tenham fácil acesso a crédito com taxas reduzidas", disse a nota emitida pelo secretário através das redes sociais.

Secretário da Fazenda, Rafael Fonteles. Crédito: Semcom.Secretário da Fazenda, Rafael Fonteles. Crédito: Semcom.

Em Teresina, o setor de restaurantes é um dos mais afetados pelas restrições ao comércio. Com aumento nos preços dos alimentos, com inflação alimentícia que chegou a 14% em 2020, empresários precisaram se reinvetar para não serem engolidos pelo mercado. Agora o desafio é ainda maior para quem depende essencialmente do atendimento presencial. 

O auxílio chega para atenuar a situação e evitar um colapso ainda maior no setor. Vários restaurantes precisaram fechar as portas.

"Segmento bastante afetado"

Outra medida importante é o Novo REFIS para dívidas de ICMS e IPVA, com menos juros e multas e um maior. As medidas seguem a tendência do ano passado. O Simples Nacional dos meses de março, abril e maio também devem ser postergados. Um saldo de empréstimo de R$50 milhões também foi anunciado. "Estamos com um conjunto de medidas econômicas para reduzir os efeitos gerados por essa crise sanitária. Sem dúvida esse é um segmento bastante afetado por essa pandemia. Essa atividade será coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Piauí”, afirma Rafael Fonteles.

Rafael Fonteles. Crédito: Semcom.Rafael Fonteles. Crédito: Semcom.

A decisão de proteção ao setor segue o exemplo do Estado do Maranhão. O Governador Flávio Dino (Pc do B) também concedeu auxílio de R$1.000 ao setor.

Principais medidas:

1. Auxílio de R$ 1.000,00 para funcionários do setor; 

2. Novo REFIS pra débitos de ICMS e IPVA com redução de juros, multas e parcelamento maior;

3. Postergação por 90 dias do pagamento do Simples Nacional das competências dos meses de março, abril e maio;

4. Novas linhas de financiamento da Agência de Fomento do Piauí de R$ 50 milhões para micro e pequenos empreendedores. A promessa é de crédito com agilidade e taxas reduzidas.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail