Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

A reeleição de Obama, no dia em que EUA podem ter novo presidente

Num dia como o de hoje, em que o mundo aguarda com bastante expectativa o anúncio de quem será o próximo presidente norte-americano, se Joe Biden ou Donald Trump, um candidato do Partido Democrata, Barack Obama, foi reeleito para a Presidência dos Estados Unidos, derrotando o candidato do Partido Republicano, Mitt Romney. A data foi 06 de Novembro de 2012.

Obama conseguiu, 303 votos de um total de 538, contra 206 do rival. A festa da vitória tomou conta do McCormick Place, em Chicago, onde Obama acompanhou a apuração. Quase duas horas depois, Romney, em discurso em Boston, admitiu a derrota.

O democrata foi para a cidade de Illinois, seu reduto eleitoral, acompanhar a apuração, já na noite de segunda-feira (5). Durante a tarde do dia em que saiu o resultado, reservou espaço para jogar basquete, seu passatempo favorito e também um "ritual" para o líder nos dias de eleições.

As pesquisas de intenção de voto realizadas dias antes da eleição apontavam um empate técnico entre os dois candidatos em âmbito nacional, mas com ligeira vantagem para o presidente nos estados-chaves.

No complexo sistema eleitoral americano, é o resultado em cada estado é que importa. Ao votar em um candidato, a população na verdade escolhe um colégio eleitoral dentro de seu estado, composto por delegados, que só então elegerá o presidente.

Naquele ano, em todo o país, o colégio eleitoral reunia 538 delegados, de 50 estados e do distrito de Columbia, onde fica a capital Washington.

Antes da eleição, os estados de Nevada (6 delegados), Colorado (9 delegados), Iowa (9 delegados), Wisconsin (10), Ohio (18), Pensilvânia (20), Michigan (16), Virgínia (13), Carolina do Norte (15), New Hampshire (4) e Flórida (29) eram considerados tecnicamente empatados, e oficialmente poderiam ser ganhos por qualquer um dos candidatos. Obama já possuía ligeira vantagem na maior parte deles, menos na Carolina do Norte e na Flórida.

A vitória em Ohio e na Flórida acabou sendo crucial para determinar a vitória de Obama, após um tenso processo de apuração.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar