mais

Atentado às torres gêmeas em 2001 é um fantasma que segue muito vivo

Quase três mil pessoas morreram durante os ataques, incluindo os 227 civis e os 19 sequestradores a bordo dos aviões que serviram de armas, jogados contra as torres gêmeas

Passados, hoje, 20 anos do atentado contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova Iorque, o mundo nunca se libertou, e dificilmente, se libertará do fantasma do terrorismo internacional. O que ocorreu em Nova Iorque naquele fatídico 11 de Setembro de 2001, destruindo um dos principais símbolos do orgulho norte-americano, e matando 2.996 pessoas inocentes, continua servindo como um cruel recado de que terroristas em várias partes do mundo estão dispostas a tudo para fazer o que consideram “ vingança” ao principal inimigo que escolheram, os EUA, mas não só a ele.

Quase três mil pessoas morreram durante os ataques, incluindo os 227 civis e os 19 sequestradores a bordo dos aviões que serviram de armas, jogados contra as torres gêmeas.

Atentado de 11 de setembro chocou o mundo Atentado de 11 de setembro chocou o mundo 

O 11 de setembro ficou para sempre conhecido na história como um marco da força que o terrorismo tem no mundo, capaz de afrontar sem limites as potências econômicas e militares da terra. Foi exatamente isso que aconteceu em 11 de Setembro de 2001, em Nova York, nos Estados Unidos, terroristas da organização Al-Qaeda usaram aviões, em sequência, contra as conhecidas Torres Gêmeas, conjunto de prédios mais famosos da importante cidade americana, na ação mais desafiadora da história, gerando pânico nos americanos e no mundo.

Quase três mil pessoas morreram durante os ataques, incluindo os 227 civis e os 19 sequestradores a bordo dos aviões. A esmagadora maioria das vítimas eram civis, incluindo cidadãos de mais de 70 países. Além disso, há pelo menos um óbito secundário - uma pessoa foi descartada da contagem por um médico legista, pois teria sido morto por uma doença pulmonar devido à exposição à poeira do colapso do World Trade Center.

Pessoas pulam de uma das torres atingidas Pessoas pulam de uma das torres atingidas 

Nesse atentado, fundamentalistas islâmicos sequestraram aviões comerciais e lançaram-nos contra os alvos citados, resultando em milhares de O atentado de 11 de setembro foi organizado pela Al-Qaeda durante anos e inserido dentro do conceito de jihad (ideia de guerra santa que faz parte da religião islâmica e que é explorada pelos grupos fundamentalistas). O ataque foi muito bem planejado e usou 19 terroristas para sequestrar os aviões comerciais e cumprir seus propósitos.

Os terroristas embarcaram em quatro voos diferentes que decolaram da costa leste dos Estados Unidos e que pousariam na Califórnia. Os quatro voos eram de diferentes empresas aéreas norte-americanas, a American Airlines (AA) e a United Airlines (UA). Os voos eram os seguintes:

As torres foram atingidas por aviões e desabaram As torres foram atingidas por aviões e desabaram 

1. Voo 11 da AA: esse voo decolou de Boston e ia para Los Angeles. Foi o primeiro avião a colidir contra as Torres Gêmeas e atingiu a Torre Norte.

2. Voo 175 da AA: esse voo também decolou de Boston e ia a Los Angeles. Foi o segundo avião a colidir contra as Torres Gêmeas e atingiu a Torre Sul.

3. Voo 77 da AA: esse voo decolou de Washington e ia para Los Angeles. Foi lançado contra o Pentágono.

4. Voo 93 da UA: esse voo decolou de Newark e ia para São Francisco. Seria lançado contra o Capitólio, mas caiu antes de atingir seu alvo.

Destroços após desabamento Destroços após desabamento 

Tudo começou com o embarque dos 19 terroristas nos voos citados. Depois que as aeronaves estavam no espaço aéreo americano, os terroristas tomaram controle delas para realizar o plano. O voo 11 da AA decolou às 07:59 e, logo depois, às 08:46, foi lançado contra a Torre Norte do World Trade Center.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail