Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Memória

Avião da Embraer cai no Acre e mata 23 dos seus 31 ocupantes

Um avião do fabricante Embraer, um EMB-120 Brasília, pertencente à companhia Rico Linhas Aéreas, caiu ao se aproximar do aeroporto de Rio Branco, capital do Acre, matando 23 dos seus 31 ocupantes, incluindo três tripulantes. Oito pessoas ficaram feridas, algumas gravemente. A queda ocorreu no dia 30 de Agosto de 2002, quando chovia muito forte e a aeronave, ao se aproximar para o pouso, já tendo obtido autorização dos controladores de voo, entrou numa tempestade e chocou-se com o chão, incendiando em seguida. O desastre ocorreu por volta das 20 horas (hora de Brasília).

O avião, que fazia uma rota doméstica de curta distância, vinha de Cruzeiro do Sul (AC), a 650 km da capital, caiu a menos de dois km do aeroporto de Rio Branco. A aeronave entrou em uma tempestade e logo após ter impactado com a cauda do solo em primeiro lugar. A fuselagem quebrou em três seções e um incêndio começou, danificando o avião. A área, de difícil acesso, é conhecida como Ramal da Chapada. Chovia forte na hora.

Entre os mortos estavam o deputado federal Ildefonço Cordeiro (PSDB) e sua mulher, Arlete. O casal foi velado na Assembléia Legislativa de Rio Branco. Também morreu no desastre o coordenador regional da Funasa (Fundação Nacional de Saúde), Ailton Rodrigues de Oliveira.

A Rico Linhas Aéreas informou que indenizaria os familiares das vítimas. O gerente de operações da empresa, Marivan Cavalcanti de Oliveira, disse que um fenômeno chamado "Tesoura de Vento" pode ter causado a queda da aeronave EMB-120.

Esse fenômeno é registrado em tempestades fortes. Há uma microrrajada em faixa estreita, que pode ter entre 1 km e 20 km. "São ventos fortes, normalmente na descendente [do céu para a terra]", afirma o pesquisador do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Osmar Pinto Júnior, chefe do Grupo de Eletricidade Atmosférica.

A passagem da aeronave por essa zona de instabilidade pode jogá-la para baixo. Segundo o pesquisador, as imagens de satélite mostravam o Estado do Acre encoberto por nebulosidade, com condições para a ocorrência de tempestades.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×