Um deslizamento de terra no sul da Colômbia, ocorrido em 1º de abril de 2017, deixou pelo menos de 254 mortos, centenas de feridos e mais de 200 desaparecidos. A tragédia atingiu de cheio a comunidade de Macoa, causando enorme comoção em sua população. Integrantes das Forças Armadas colombianas trabalharam desde a madrugada daquele sábado para resgatar os corpos e tentar encontrar pessoas com vida. Além dos mais de 200 desaparecidos, são centenas de pessoas feridas, muitas com gravidade.

O deslizamento ocorreu às 23h30min locais de sexta-feira pelo transbordamento dos rios Mocoa, Mulato e Sangoyaco no departamento de Puntamayo.

Mocoa, um município de 40 mil habitantes, ficou sem energia elétrica e água. As imagens divulgadas pelos socorristas eram impactantes: ruas cobertas de terra, soldados carregando crianças, pessoas chorando, veículos destruídos e lixo nas ruas.

Deslizamento de terra deixa 254 pessoas mortas na Colômbia - Foto: ReproduçãoDeslizamento de terra deixa 254 pessoas mortas na Colômbia - Foto: Reprodução

Segundo um morador de Mocoa, "as pessoas não sabem o que fazer", porque "não havia preparação" para uma catástrofe assim.

– Apenas não estamos nos dando conta do que aconteceu – acrescentou.

Diante da magnitude do ocorrido, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, declarou estado de "calamidade pública" para "agilizar" as operações de resgate e ajuda, segundo escreveu no Twitter.

– Não sabemos quantas serão (as vítimas fatais), continuamos buscando – disse Santos mais cedo, antes de chegar à área.

A tragédia é de "grande dimensão", afirmou o diretor-geral de Emergência da Cruz Vermelha colombiana, César Urueña, ao reportar a "velocidade impressionante" com que aumenta o balanço de mortos e feridos.

– À noite, choveu 13 centímetros, comumente em um mês aqui chove 40 centímetros. O que isso quer dizer? Que 30% da chuva de um mês ocorreu nesta noite, e isso precipitou uma súbita cheia de vários rios (...) e isso causou uma avalanche", declarou Santos.

Deslizamento de terra deixa 254 pessoas mortas na Colômbia - Foto: / AFP / LUIS ROBAYO Deslizamento de terra deixa 254 pessoas mortas na Colômbia - Foto: / AFP / LUIS ROBAYO 

Urueña explicou que o afluente do rio se misturou com a terra e os "materiais" das ruas, como resíduos e lixo, e provocou o desastre.

A "onda de inverno" na América do Sul não afetou somente a Colômbia. O Peru vem enfrentando desde o início do ano chuvas e deslizamentos de terra que até o momento deixaram 101 mortos e mais de um milhão de afetados.