Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Memória

Explosão de trem mata 47 pessoas e destrói 30 prédios no Canadá

Na madrugada do dia 6 de julho de 2013, um grave acidente ferroviário ocorrido em Lac-Mégantic, uma pequena cidade de apenas 6 mil habitantes, no Canadá, causou a morte de 47 pessoas e destruiu 30 prédios no centro da comunidade. O trem,com 73 carruagens, transportando petróleo e derivados, descarrilou-se, vindo de Nantes, a apenas 11 quilômetros de Lac-Mégantic, tendo como resultado a explosão que originou fogo de vários tanques no centro da cidade de Lac-Mégantic.



Mathieu Belanger/Reuters 

Logo que puderam ter acesso ao local, dificultado por conta das explosões e do fogo que se formou com o desastre, as autoridades policiais confirmaram 42 mortos e 5 desaparecidos, que pouco tempo a seguir entrariam no rol das vítimas fatais, subindo para 47.

Lac-Megantic faz parte da pitoresca região de Quebec Townships Oriental, perto da fronteira com Maine e Vermont. Quebec é uma província predominantemente de língua francesa, na metade oriental do Canadá. As fotos tiradas nos momentos após o desastre mostram uma enorme bola de fogo subindo para o céu durante a noite.

Moradores disseram a jornalistas que tinham ouvido cinco ou seis grandes explosões. Grandes nuvens de fumaça preta espessa ainda estavam subindo do centro de Lac-Megantic várias horas após o desastre. Os bombeiros disseram ter pedido ajuda de colegas dos Estados Unidos. Cerca de 20 carros de bombeiros estavam combatendo o fogo.

Mathieu Belanger/Reuters 

Este foi o mais mortífero acidente ferroviário no Canadá desde 1864.

O comboio trem de carga era operado pela empresa norte-americana Montreal, Maine and Atlantic Railway (MMA) pertencente à Rail World. O comboio era constituído por cinco locomotivas a diesel que transportavam 72 vagões cisterna do modelo DOT-111, cada um com 113.000 litros de petróleo. O petróleo, enviado pela empresa World Fuel Services, subsidiária da Dakota Plains Holdings Incorporated de Newtown[7] com origem na formação Bakken e foi transportado pelos carris da Canadian Pacific Railway antes de chegarem à MMA em Côte Saint-Luc, um subúrbio residencial de Montreal. O destino final era a Irving Oil Refinery em Saint John na província de Nova Brunswick.

Em 2009, nos Estados Unidos, 69% da frota de tanques de petróleo era constituído pelo modelo DOT-111. No Canadá, o mesmo modelo (com a designação CTC-111A) representa perto de 80% da frota. A National Transportation Safety Board notou que os carros " têm uma alta tendência para falhas nos tanques durante acidentes. Desde 2011, que o Governo do Canadá tinha desenconselhado novos vagões daquele tipo modernos, mas autorizou que os antigos ainda pudessem andar, apesar de se saber desde 1991 que os referidos vagões não eram seguros.

AP Photo 


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×