Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Incêndio em avião canadense mata 23 pessoas e muda regras de segurança

No dia 02 de Junho de 1983, 23 pessoas morreram dentro de uma aeronave que acabara de realizar o Voo Air Canadá 797, que saiu do aeroporto internacional de Dallas, nos Estados Unidos, para o aeroporto Internacional de Montréal, no Canadá. As pessoas morreram quando a aeronave já se encontrava no solo.

Um incêndio que começou por trás do lavatório da aeronave começou a espalhar fumaça tóxica, atingindo de forma crucial os passageiros. Detectado o problema, o piloto foi forçado a desviar o pouso para o aeroporto internacional de Cincinnati.

Noventa segundos depois que o avião pousou e as portas foram abertas, o calor do fogo atritou com  oxigênio fresco das abertas as portas de saída, criando-se o que se chama de flashover e interior do avião imediatamente ficou envolvido em chamas, matando 23 passageiros.

O fogo se espalhou do lavatório para outras partes do avião,  queimando cabos elétricos, o que foi  crucial para desativar mais componentes da instrumentação no cockpit, forçando o avião a desviar para o Aeroporto Internacional de Cincinnati / Northern Kentucky .

O acidente tornou-se um divisor de águas para os regulamentos de aviação global, que foram alteradas na sequência do acidente para fazer aviões mais seguros. Novos requisitos para instalar detectores de fumaça em banheiros, sinalizadores luminosos que marcam caminhos para saída das portas, e aumentou o rigor sobre combate a incêndios, intensificando-se os treinamentos e introduzindo-se novos e mais modernos equipamentos para a tripulação, tornando-se padrão em toda a indústria, enquanto regulamentos em matéria de evacuação também foram atualizados. Desde o acidente, tornou-se obrigatório para fabricantes de aeronaves para provar a sua aeronave poderia ser evacuados no prazo de 90 segundos após o início de uma evacuação, e os passageiros sentados em saídas sobre as asas agora são instruídos para ajudar em uma situação de emergência.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar