Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Lennon e Yoko passam lua de mel aberta ao público em hotel na Holanda

Foi no dia 25 de março de 1969 que John Lennon e Yoko Ono iniciaram a sua BED-IN, que numa tradução simplificada quer dizer “ na cama plea paz”, marcando, assim, a lua de mel do jovem casal, através de um protesto midiático e pacífico contra as guerras e a favor da paz. Isso aconteceu no quarto 702 do Hotel Hilton, em Amsterdã, na Holanda.

John Lennon e Yoko Ono casaram-se em 20 de março de 1969, e aproveitando o grande interesse da imprensa eles decidiram usar a publicidade para promover a paz mundial. Eles passaram a lua de mel no quarto 702 no Hotel Hilton de Amsterdã por uma semana entre dia 25 e 31 de março, convidando a imprensa mundial para entrar no quarto de hotel entre as 9 horas da manhã e 9 horas da noite. Depois do lançamento do álbum Two Virgins, onde ambos apareceram nus na capa, a imprensa esperava que eles fossem fazer sexo publicamente, mas ao invés disto eles ficaram sentados na cama falando sobre paz. Depois de sete dias, eles viajaram para Viena, Áustria, onde fizeram a uma conferência para a imprensa chamada de Bagism, comendo bolo de chocolate enquanto estavam dentro de um saco branco. O casamento, o primeiro Bed-in e a conferência em Viena foram mencionados na canção "The Ballad of John and Yoko".[carece de fontes]

LEIA MAIS: John Lennon casa-se com Yoko Ono e anuncia que deixará os Beatles

O segundo Bed-in tinha sido planejado para acontecer em Nova Iorque, mas John foi proibido de entrar no país por ter-se declarado a favor do uso de maconha em 1968. Eles viajaram então para as Bahamas no dia 24 de maio de 1969, hospedando-se no Hotel Sheraton Oceanus, mas após uma noite quente de 30 °C (ou 86 °F), eles decidiram mudar o segundo destino, indo para Amsterdã.

Lennon e Yoko se conheceram em uma galeria de arte, um interessado pelas obras da outra. Logo, eles estabeleceram um relacionamento que era mais do que um simples namoro e que, aos poucos, se tornaria também um gesto artístico — além de um casamento. Por isso, era natural que a união civil dos dois e sua consequente lua de mel se tornassem um evento midiático — e foi isso que aconteceu. A partir do dia 24 de março de 1969, John Lennon e Yoko Ono realizaram o primeiro Bed-In, no Hotel Hilton de Amsterdã, na Holanda.

Em 11 de novembro de 1968, John Lennon lança seu 1º disco com Yoko Ono — e os dois posam nus na capa. Aí começa o esforço midiático do casal para escandalizar o mundo sobre os horrores da guerra, sobretudo do Vietnã.

O relacionamento de John e Yoko já havia dado origem ao segundo disco solo de um beatle, lançado dias após o primeiro, a trilha sonora "Wonderwall Music", de George Harrison. "Unfinished Music No. 1: Two Virgins" saiu em novembro de 1968 com uma foto do casal nu na capa. O disco causou polêmica por conta do material ilustrativo e também por seu conteúdo. Nos EUA, a imagem teve de ser coberta com uma capa de papel pardo. Já as faixas experimentais misturavam sons de instrumentos aleatórios com efeitos sonoros, loops de gravação, gritos e gemidos do casal.

Em março do ano seguinte, John anunciou que, após seu casamento com Yoko no dia 20, os dois iriam para a capital da Holanda para um primeiro "bed in". O título do encontro era uma referência aos movimentos de "sit in", em que grevistas, pacifistas e ativistas políticos resistiam a ocupações violentas simplesmente sentando-se junto às massas em locais de conflito. A provocação de John e Yoko, de fazer um "bed in" em sua lua de mel, principalmente após a publicação da capa com o casal nu, fez que muitos achassem que os dois fossem praticar algum ato sexual de protesto durante o evento.

Mas os sensacionalistas saíram frustrados ao encontrar o casal deitado na cama do principal aposento do hotel de pijamas dispostos a dar entrevistas sobre a paz mundial. Passaram uma semana abrindo o quarto do hotel das nove da manhã às nove da noite e depois foram para Viena, na Áustria, para falar de seu novo movimento político, o "bagism", uma sátira em relação ao preconceito social. Os dois pregavam que todos vivessem dentro de sacos ("bag", em inglês) para que ninguém soubesse a aparência de ninguém.

A lua de mel de John e Yoko deu origem à faixa "The Ballad of John & Yoko", lançada como um single dos Beatles em maio de 1969, em que John descreve várias situações no decorrer da viagem. Tocada e gravada apenas por John e Paul McCartney, a faixa brincava também com a polêmica que John havia se metido anos antes ao dizer que os Beatles eram maiores que Jesus Cristo, com seu refrão que cantava: "Cristo, você sabe que não é fácil / Você sabe como pode ser difícil / Do jeito que as coisas vão / Vão acabar me crucificando."

O "Bed In" de Amsterdã também deu origem à faixa "Amsterdam", lado B do terceiro disco que John lançaria com Yoko em outubro daquele ano, "Wedding Album", com trechos das entrevistas que o casal deu no hotel holandês. Aquele "Bed in" não foi a única demonstração do tipo e o casal repetiu o protesto pacífico em maio daquele ano, em Montreal, no Canadá, quando John Lennon gravou o single de "Give Peace a Chance". Mas isso é outra história.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar