Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Menina de 5 anos dá à luz e se torna a mãe mais nova do mundo

Uma menina peruana Lina Medina, de apenas cinco anos de idade, deu à luz um menino.Isso aconteceu no dia 14 de maio de 1939 e torna Lina, até hoje, já decorridos 81 anos, a mãe mais nova do mundo.

Nascida em Ticrapo, no Peru, filha de Tiburelo Medina e sua esposa Victoria Losea, Lina era considerada uma menina normal. Contudo, seus pais começaram a ficar preocupados com um tumor que ela aparentemente estava desenvolvendo.

Seu pai deixou a pequena vila andina em que moravam e levou a menina para um hospital na cidade de Pisco. O pai falou ao médico, o Dr. Gerardo Lozada, que os curandeiros locais não tinham conseguido tratar o tumor que estaria se desenvolvendo no abdômen da menina. O médico examinou a garota e descobriu que o que se pensava ser um tumor, era, na realidade, um feto. A menina estava já no sétimo mês de gestação. Especialistas de um hospital de Lima confirmaram a gravidez.

O pai de Lina foi preso pela suspeita de estupro, mas liberado em seguida pela falta de provas. Os médicos descobriram que a garota teve uma puberdade precoce, condição que a levou a esta fase muito mais cedo do que o normal. Sob os cuidados médicos, ela foi submetida a uma cesariana e deu à luz um menino no dia 14 de maio de 1939. O bebê nasceu saudável, com 2,7 quilos, e foi chamado de Gerardo, em homenagem ao médico que descobriu sua gravidez.

O menino foi criado como o irmão mais novo de Lina para que mais tarde a verdade fosse relevada a ele. A jovem mãe nunca disse ao seu filho quem era o seu pai, pois talvez nem ela mesma não tivesse condições de saber. Mais tarde, ela se casou com Raul Jurado, pai do seu segundo filho, nascido em 1972. Gerardo morreu aos 40 anos por conta de uma infecção na medula. Até onde se sabe, Lina ainda vive e segue com o seu marido no Peru e o seu filho vive no México.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar