Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Mussolini e Hitler estiveram juntos para matar e para morrer

Em 28 de Abril de 1945, próximo à cidade de Como, na Itália, o ditador italiano Benito Mussolini e sua mulher, Claretta Petacci, foram executados, e os corpos dos dois levados para Milão, onde percorrem as ruas em desfile, depois sendo pendurados e expostos para humilhação pública.

Essa execração pública era justificável, pois Mussolini que governou a Itália de 1922 a 1943, e lá implantou o sanguinária ditadura Fascista, manteve por esse longo tempo um dos mais cruéis regimes militares da história mundial, responsável pela morte de milhares de pessoas, sobretudo judeus.

Mussolini tinha um pacto com outro ditador sanguinário, Adolf Hitler, da Alemanha, responsável pela implantação de outro regime brutal, o Nazismo. Em 1938, seguindo o comando de Hitler, Mussolini fez gerar na Itália leis antissemitas que levaram à deportação de mais de 7 mil  judeus italianos para os campos de concentração alemãs durante a Segunda Guerra Mundial.

O pacto entre Mussolini e Hitler durou até 1943, quando a Itália foi finalmente invadida durante a Guerra. A aliança de Mussolini com Hitler e o Terceiro Reich alemão levou à morte aproximadamente 410 mil italianos durante a guerra.

Mussolini foi preso em 27 de Abril de 1945 e executado um dia depois.

E não foi por coincidência que Adolf Hitler, aliado de Mussolini, tido como o mais sangrento ditador da história mundial no século XX, apontado como responsável pela morte de 40 milhões de pessoas, tenha encontrado seu fim dois dias após a execução de seu parceiro italiano.

Em 30 de Abril de 1945, quando os exércitos soviéticos se preparavam para tomar o bunker em que se escondia junto com sua amante Eva Braun, Hitler se suicida. Ela também se matou.

Hitler foi o líder do Partido Nazista alemão de 1921 até sua morte, em 1945. Implantou os campos de concentração na Alemanha e em  países do leste europeu invadidos durante a Segunda Guerra, nos quais executava inocentes em câmeras de gás. Dos 40 milhões de seres humanos que Hitler ordenou que fossem mortos, calcula-se que cerca de 6 milhões eram judeus, por quem o ditador alemão nutria ódio mortal e uma fixação doentia.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar