Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Bilionário Charles Feeney, fundador da Duty Free doa toda sua fortuna

O fundador da Duty Free, Charles “Chuck” Feeney, de 89 anos, realizou um sonho inusitado há três dias: doar toda a sua fortuna enquanto vivo.

No dia 14, o agora ex-bilionário juntamente de sua esposa assinaram os documentos para encerrar a empresa de filantropia “Atlantic Philantropies“, onde ambos realizavam suas doações. A cerimônia aconteceu via Zoom e incluiu mensagens de vídeo de Bill Gates e do ex-governador da Califórnia, Jerry Brown.

Segundo a Forbes, Feeney doou ao menos 8 bilhões de dólares para fundações, fundos de caridade e universidades nas últimas quatro décadas.

Com a missão de vida, o ex-bilionário chegou a empregar só na empresa de filantropia mais de 300 funcionários nos dez escritórios globais em sete países direcionados a destinar toda a sua fortuna em causas sociais.

Charles Feeney: o ex-bilionário doou ao menos 8 bilhões de dólares para fundações, fundos de caridade e universidades nas últimas quatro décadas (./Divulgação) 

Inspiração para o cofundador da Microsoft, Bill Gates, e para o megainvestidor Warren Buffett, o filantropo é constantemente citado por ambos como um exemplo para seus projetos de filantropia. Durante uma campanha para convencer os mais ricos do mundo a doarem metade de suas fortunas, Buffett disse:

“Eu levaria 12 anos após minha morte para fazer o que ele está fazendo em vida. Feeney é um modelo a ser seguido”.

Pioneiro da ação “Giving While Living”, seu foco era gastar a maior parte de sua fortuna em grandes apostas de caridade em vez de financiar uma fundação após a morte. Movido pelo lema de “você não vai levar nada daqui”, a filosofia de Feeney é de abrir mão dos bens e controlar e conferir o resultado das doações enquanto vivo.

"É bem mais divertido dar enquanto você vive do que dar depois de morto" disse Charles Feeney.

Contrário aos hábitos tradicionais dos bilionários, o fundador da famosa rede Duty doou ao menos 375.000% mais dinheiro do que seu patrimônio líquido atual, já que em 2012  estimou ter uma reserva de dois milhões de dólares para sua aposentadoria e de sua esposa, revelou a Forbes.

Dono de um perfil discreto, Feeney vive hoje com sua esposa em um modesto apartamento em São Francisco, na Califórnia (EUA).

Dos 8 bilhões de dólares doados, 3,7 bi foram destinados para a educação, incluindo quase 1 bi para sua alma mater Cornell. Mais de 870 milhões foram para direitos humanos e mudança social, 62 milhões para abolir a pena de morte nos EUA e 76 milhões para campanhas populares de apoio à aprovação do Obamacare. Feeney também doou mais de 700 milhões à saúde, sendo 270 milhões para melhorar a situação do serviço público no Vietnã e 176 milhões para o Global Brain Health Institute, da Universidade da Califórnia, em São Francisco.

Seus últimos 350 milhões destinados à doação foram para a construção de um campus de tecnologia na Ilha Roosevelt, em Nova York.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar