mais

O que você prefere fazer: consertar ou trocar?

Porque vivemos em uma sociedade mais “descartável"? É mais fácil? Entenda!

Sempre gostei de jogar bola no domingo pela manhã, encontrar os amigos e tomar uma cerveja no pós jogo, mas nesse final de semana peguei falta. O motivo? A chuteira que usava para jogar havia rasgado na semana anterior. O salário do mês ainda não tinha caído e o que restou foi tentar procurar algum sapateiro para consertar, mas foi sem sucesso.

Rodei a cidade, perguntei aos amigos, procurei no Instagram, mas nada de encontrar um sapateiro que costurasse a minha chuteira. Questionei minha mãe se ela conhecia algum e ela me respondeu com a seguinte frase: “Hoje ninguém mais conserta nada, é mais fácil jogar fora e comprar um novo”.

Essa frase me chamou atenção por ser uma verdade que não se aplica só ao fato de não existir mais tantos sapateiros, mas sim, de como as pessoas estão criando uma sociedade do “desapego”, onde é mais fácil trocar do que procurar um conserto – e não falo isso apenas de sapatos, mas de relacionamentos e pessoas também.

Imagem e reprodução: Pixels.comImagem e reprodução: Pixels.com

 Zygmunt Bauman já dizia: “Vivemos tempos líquidos. Nada é feito para durar” e de fato é verdade, vivemos uma sociedade de sentimentos e pessoas descartáveis – infelizmente.

Com essa fala da minha mãe que citei no início do texto, lembrei também de uma conversa que tive com uma seguidora minha do Instagram que falou a seguinte frase sobre o início de um relacionamento: “Eu vou arriscar, e se não der certo a gente termina”, como assim??? As pessoas hoje em dia já entram em um relacionamento pensando no fim, que pode não dar certo, que talvez tenha um prazo de validade. Ora, qual a finalidade de começar um relacionamento já pensando no fim? Para sofrer? Se desgastar? Para depois culpar o amor e dizer que ninguém te dar valor? Sinto muito, mas o amor não tem culpa das suas escolhas.

Quando eu entro em um relacionamento é porque vou fazer de tudo para que ele dê certo, se eu achar que não vai pra frente, eu nem sequer tento. Pra que? Pra me desgastar? Não, obrigado. É claro que muitas vezes entramos com a certeza de que não terá fim, mas teve, acontece, as circunstâncias às vezes levam para isso, mas a questão levantada aqui é outra: consertar ou trocar?

Se você entra em um relacionamento, seja na amizade ou no amor, tentar consertar sempre vai ser a melhor saída. “Mas como posso fazer isso, Afonso? Simples, vou te explicar: todo relacionamento é desgastante, afinal, você lidará com uma pessoa diferente de você e isso acaba sendo complicado, mas tem solução. Antes de trocar, conserte!

- Converse, mostre o seu ponto de vista e o que te incomoda.

- Tente entender o lado do outro.

- Não faça joguinhos, afinal, quando isso acontece, todo mundo sai perdendo.

- Não tente manipular.

- Seja sincero com você e com o outro.

- Veja qual a melhor saída para resolver o problema e como vocês podem melhorar a relação.

- Tentem lembrar, juntos, o motivo que levaram a acreditar nesse relacionamento.

Não saia trocando de parceiro(a) como se troca de roupa. Isso nunca vai dar certo. Quando encontrar alguém que vale a pena se relacionar, dê o seu melhor para que aquilo funcione. Tentem achar as melhores saídas para as brigas, não desista no primeiro problema que aparecer.

Como sempre digo: nada irá adiantar trocar de carro se o piloto que é ruim de volante. Antes de descartar, veja o que tem de errado.

Talvez isso funcione, e se não der certo ou no futuro voltar a “quebrar” novamente, bom, pelo menos você tentou, deu o seu melhor e não tentou “se livrar” no primeiro problema que apareceu. Tente consertar, e se perceber que não tem conserto, bom, aí será a hora de comprar novos sapatos – ou encontrar novos amores.

P.S.: O computador do meu irmão quebrou e ele resolveu consertar e não trocar, afinal, ele gostava do computador. Ou seja, muitas vezes quando você está na dúvida entre “trocar ou consertar”, seja porque o valor que você dá aquilo não seja tão grande - vale ressaltar que não estou falando apenas de sapatos e computadores, isso envolve mais coisas, espero que entenda.

Para adquirir todos os meus livros: clique aqui

Para adquirir meus dois livros físicos: clique aqui

Para adquirir meu primeiro livro: clique aqui

Para adquirir meu segundo livro: clique aqui

Para adquirir meu terceiro livro: clique aqui


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail