mais

Ditado

Editoral do dia 14 de abril

Por Francy Teixeira

Habita no imaginário popular desde os primórdios a velha lógica do ‘só acredito vendo’.  Tão folclórico quanto impessoal, o ditado se aplica a atualidade. Com uma venda nos olhos e remando rumo à escuridão, o presidente da República Jair Bolsonaro afirmou que o vírus está “começando a ir embora”.  A frase estapafúrdia entra no rol de outras proferidas por ele durante sua longa carreira pública.

Ademais, o apontamento segue encorajando seus seguidores a buscarem uma normalidade inexistente, dentro de uma bolha teórica infundada, onde não há proximidade com o tecnicismo (tão alardeado e defendido durante a campanha política).

O fato é que o novo coronavírus implacavelmente mostra a cada curva de ascensão exorbitante, que o ditado se faz cruel, muitos seguem a desdenhar da realidade, buscando difundir a falsa ideia do exagero. Não há complôs, ou conspirações, o que vivemos faz parte da realidade, e só não a notou, ou não caiu a ficha, quem realmente prefere se fazer de cego.

Há cerca de 20 meses o Brasil era o cenário da divisão entre dois grupos totalmente antagônicos, em busca da defesa de um projeto de presidência. Hoje, as marcas da disputa continuam latentes na sociedade, a ponto de acentuar uma cegueira generalizada, pautada na mentira, no ódio.

O ditado continuará a existir, as dúvidas quanto à gravidade da pandemia provalmente... e infelizmente, também. Que aqueles aptos a ouvir, e abrir a janela do pensamento, acordem o quanto antes, não podemos esperar que o inimigo seja avistado no nosso quintal para acreditar. Imunidade não há, e fingir que o problema não existe é escancarar a porta para que ele entre na sua casa, aí  já não será mais possível expulsá-lo. 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail