mais

Eu não consigo respirar

Editorial da edição do Jornal Meio Norte do dia 31 de maio de 2020

Por Francy Teixeira

A revolta pelo brutal assassinato do ex-segurança George Floyd nos Estados Unidos percorreu o mundo nos últimos dias; as imagens estarrecedoras que mostram o homem negro sendo asfixiado pelo policial branco provocaram uma onda de protestos que trouxe à tona novamente a discussão sobre o racismo, evidenciando que ele continua entranhado nas raízes da sociedade, causando dor e sofrimento.

Floyd é mais um nas estatísticas, inclusive, não surpreenderia se o caso ocorresse no Brasil. Por aqui, os negros seguem sendo marginalizados, subjugados e suas mortes trágicas estampam as páginas dos jornais diariamente, com histórias como a do menino João Pedro, morto ao levar um tiro nas costas durante uma operação policial no Rio de Janeiro. Ou a história da menina Ágatha Vitória, que teve sua vida ceifada aos 8 anos de idade no Complexo do Alemão.

As últimas palavras ditas por Floyd: “eu não consigo respirar”; tornaram-se lema dos protestos.  Palavras que podem sintetizar a luta pela igualdade travada pelos negros no mundo inteiro, e também no Brasil, fazendo-nos questionar se realmente a Lei Áurea representou a liberdade, tendo em vista que os negros continuam presos às mazelas sociais, ao preconceito, à asquerosa desconfiança.

Numa sociedade plural e miscigenada, já não há mais espaço para o preconceito, porém, ele continua a sobrepor-se da pior forma, ensejando a uma reflexão humanitária. Um mundo melhor depende da construção de uma comunidade baseada na igualdade, no respeito, na comunhão, eliminando de uma vez por todas o mal que nos persegue por séculos e séculos: o mal do racismo. 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail