mais

Uma forma mais barata e menos burocrática para investir em imóveis

Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) é opção para quem quer investir no setor imobiliário

João Ricardo Imperes 

Investidor

Você já pensou em viver da renda de alugueis? Muita gente tem o sonho de ter algumas “casinhas para alugar”, ou talvez umas kitnets ou mesmo salas comerciais e viver da renda que esses imóveis proporcionam. O problema é que comprar um imóvel demanda uma quantia bastante elevada. A maioria das pessoas não possui condições de adquirir um imóvel sem recorrer a financiamentos bancários.

Não bastasse a questão do preço, adquirir e gerenciar imóveis é extremamente burocrático. Recentemente, eu mesmo demorei mais de 15 dias para conseguir uma simples certidão de inteiro teor de imóvel de minha propriedade. E nem vou detalhar aqui a odisseia que foi quando resolvi comprar esse mesmo imóvel (análise de crédito, que incluiu várias horas “perdidas” em agências bancárias, várias reuniões com corretores etc); demorou mais de um mês para resolver tudo. Quem já comprou um imóvel sabe do que estou falando.

 Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) é opção para quem quer investir no setor imobiliário  Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) é opção para quem quer investir no setor imobiliário 

Dito isso, quero apresentar neste espaço uma alternativa interessante para quem gostaria de investir em imóveis, mas não tem “rios de dinheiro” para isso e nem paciência para encarar tanta burocracia.

Trata-se dos Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs), uma espécie de condomínio que aplica os recursos dos investidores em empreendimentos imobiliários (construção de imóveis, aquisição de imóveis prontos para locação ou venda, etc).

Os FIIs são negociados em Bolsa de Valores, de forma semelhante às ações das empresas de capital aberto. Então, você compra e vende as cotas sem sair de casa, pela internet, através de uma instituição financeira chamada de corretora de valores. Não precisa ir em uma agência bancária, nem no cartório, nem numa imobiliária. 

Além disso, os fundos imobiliários têm valores bastante acessíveis. Você não precisa ser rico para investir (ao contrário do que muita gente pensa quando escuta falar de bolsa de valores). Em média, com valores em torno de R$100,00, você já consegue começar a investir nos FIIs. Alguns custam até menos, sendo negociados por quantias próximas a R$10,00.

O fundo, então, usa o dinheiro dos investidores para adquirir imóveis, como grandes prédios de escritórios, shoppings, galpões logísticos, lojas, etc., os quais, por sua vez, serão alugados para empresas de diversos ramos, e o lucro recebido pelo fundo é distribuído aos investidores. Por lei, o fundo é obrigado a distribuir aos cotistas, pelo menos, 95% de seu lucro semestral; mas a maioria dos FIIs distribui o resultado mensalmente. 

Vou dar um exemplo próximo da nossa realidade: você sabia que os imóveis onde funcionam os supermercados Extra (Av. Presidente Kennedy) e Pão de Açúcar (Av. Homero Castelo Branco), aqui em Teresina, pertencem a um fundo imobiliário? Então, se você investisse nesse fundo, cuja cota hoje está sendo negociada na Bolsa por exatos R$101,27, no próximo mês você receberia uma parte do lucro obtido com o aluguel desses e dos outros imóveis que o fundo possui, proporcionalmente ao valor que você investir. 

Não vou dizer qual é o fundo em questão, porque sou apenas um investidor, e não um profissional do mercado financeiro. Não posso fazer recomendações de investimentos, e nem é essa a minha intenção neste artigo. O objetivo aqui é só mostrar que é possível investir em imóveis de padrão bem maior do que as kitnets ou pequenas salas comerciais, de uma forma mais barata e menos burocrática, como disse no início.

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail