Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Governo suspende aulas e recomenda que rede privada faça o mesmo

Por Arimatéa Carvalho

O governador Wellington Dias, reunido na manhã desta segunda-feira, dia 16 de março, com o secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, no Palácio de Karnak, resolveu suspender as aulas na rede pública por 15 dias e recomendar que as redes municipais e privada façam o mesmo. A decisão leva em conta o risco de transmissão do novo Coronavírus. Além das aulas, os eventos públicos promovidos pelo Governo do Estado também estão cancelados. 

Leia o decreto oficial do governo na íntegra

De acordo com Wellington, a orientação não é motivo para pânico, mas há a necessidade de trabalhar ações de prevenção junto aos municípios. “É preciso agora muita responsabilidade e, ao mesmo tempo, também trabalhar com aquilo que já se conhece sobre o coronavírus. Fizemos uma importante agenda com o prefeito Jonas Moura, a fim de fazer uma integração maior com os municípios. Daqui para frente, teremos um sistema de ampliação da qualificação de pessoal semanal, especialmente da área de Saúde, para a necessidade de trabalhar o tema em cada município. A Secretaria da Saúde vai disponibilizar uma videoaula, na qual tecnicamente se coloca o passo a passo para a forma correta de trabalhar, desde a parte ambulatorial até a parte clínica. Ao mesmo tempo, queremos trabalhar, em cada município, para que as pessoas com esse conhecimento possam ocupar os meios de comunicação e repassar as informações corretas para a população”, afirmou Dias.


O secretário de Estado de Governo, Osmar Júnior, reiterou as orientações contidas no decreto. “Estabelecemos ações governamentais, mas que dependem principalmente do comportamento das pessoas. Essas restrições indicadas partem, primeiro, da própria administração pública, onde estão suspensos todos os eventos que reúnam mais de 50 pessoas em um local fechado, e que suspende também eventos em locais aberto com mais de cem pessoas em locais abertos promovidos pelos Governo do Estado, recomendação que se estende a eventos promovidos tanto pelos órgãos públicos quanto por empresas privadas. Ficou decidida ainda a suspensão das atividades de ensino na rede pública estadual como uma medida de reduzir o contato entre as pessoas. Por fim, há no decreto a recomendação em relação aos procedimentos nos órgãos públicos e também de orientação para as pessoas. Essas são medidas que visam combater a expansão da contaminação”, afirmou o gestor.

Ascom

O presidente da APPM mostrou-se preocupado com a situação e confiante de que, com o apoio do Governo do Estado, os municípios estarão preparados. “A intenção é que a gente possa alinhar as ações do governo federal e Governo do Estado junto aos municípios. Tive a iniciativa de pedir ao governador essa conversa exatamente para estarmos atualizados, saber como vamos proceder. Definimos com o secretário da Saúde as teleconferências toda semana, além do fornecimento de material básico para aqueles que estarão na linha de frente do atendimento e também, já aproveitando a presença do secretário Rafael Fonteles, para nos juntarmos ao Fórum de Governadores e à Confederação uma forma de nos prevenirmos na questão financeira. Obviamente, a questão em pauta aqui é a Saúde, mas a questão financeira vem como consequência desse problema. Então, estamos confiantes de que o Piauí vai enfrentar isso de cabeça erguida”, frisou Jonas Moura.




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar