Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros
Blog Primeira Mão

Magalhães: “Candidatura própria em Teresina não é para massagear ego”

Por Sávia Barreto

O novo presidente municipal do PT em Teresina, o suplente de deputado estadual Cícero Magalhães, destacou ao blog Primeira Mão que as mágoas da disputa eleitoral interna da sigla já foram superadas: “Para mim, a disputa acabou. Fica a responsabilidade do dirigente Magalhães para fortalecer nossa chapa de pré-candidatos a vereadores e vereadoras”, afirmou. Cícero, no entanto, não deixa de alfinetar o grupo derrotado: “Há certa dorzinha de cotovelo por causa da eleição de domingo. A cereja do bolo ficou em Teresina com a gente”.

Aliança com Palácio da Cidade 

O foco do partido agora está centrado na corrida eleitoral de 2020. E Magalhães dá o recado: “Aliança com o Palácio da Cidade o PT não terá. Se alguém pensa assim, perdeu a esperança domingo”, disse, respondendo também às insinuações de petistas sobre sua ligação com o deputado estadual do MDB, Themístocles Sampaio. “Minha amizade com o Themístocles não inclui esse tipo de relação”, frisou. 

Não tá para brincadeira 

Magalhães também responde à críticas do presidente estadual do PT, o deputado federal Assis Carvalho, de que ele não defenderia candidatura própria na capital. “O PT terá a melhor estratégia do partido... vamos ouvir o governador, não vamos ser arrogantes de não ouvir a direção estadual. Não vou deixar de defender a candidatura própria do partido. Só que tem que ter articulação para ter candidatura própria. Tem que falar com partidos da base do governo. Candidatura própria não é para brincar nem massagear o ego de ninguém”, argumentou Cícero.

Candidatura de Fábio Novo

A respeito de uma eventual candidatura a prefeito de Fábio Novo, deputado petista e ex-secretário de Cultura, Cícero Magalhães ressalta que não ouviu o interesse eleitoral sendo vocalizado pelo próprio deputado: “Não ouvi ainda o companheiro Fábio colocar o nome  e não vai ser direção nacional que vai impor um nome. Vamos fazer reunião essa semana e vamos avaliar os companheiros e companheiras que colocarem seu nome. Não vamos é colocar o nome e a pessoa vir nos desautorizar”, pontuou. “Não abrimos mão da condução da eleição ser do diretório municipal”, avisou.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×